A Transfeera não realiza empréstimos financeiros. Em caso de dúvidas, fale com nossa ouvidoria.

Processamento de Pagamentos
Sistema de pagamento online: por quê utilizar para escalar processos?

Sistema de pagamento online: por quê utilizar para escalar processos?

O aumento da eficiência da sua equipe financeira pode levar a uma maior produtividade e melhores margens de lucro. A automatização torna isso possível, pois com ela é possível escalar os processos financeiros. Basta pegarmos como exemplo um sistema de pagamento online.

Com a ferramenta certa, a equipe se concentra em atividades mais estratégicas, ao mesmo tempo que garante segurança e agilidade para seus clientes, parceiros e fornecedores. Para entender melhor, imagine receber a ligação de um fornecedor dizendo que determinado pagamento não entrou na conta, ou que o valor está incorreto.

Para evitar esses e outros problemas, neste artigo mostramos como um sistema de pagamentos online pode trazer precisão para sua gestão de pagamentos e dar escala aos processos financeiros.

O que é pagamento online?

O pagamento online é o mecanismo de cobrança mais comum usado em transações no ambiente virtual, podendo ser realizado através de diversos métodos de pagamento.

Como é feito?

Depois de sua implementação, o funcionamento de um sistema de pagamento é muito simples. Na verdade, o ponto mais difícil nessa jornada é decidir uma solução que atenda todas as suas demandas.

Em primeiro lugar, o sistema de pagamentos ficará encarregado pelo gerenciamento das transações na loja virtual. Para concluir essa missão com êxito, ele deve levar ao cliente segurança e praticidade na hora de fechar suas as compras através de todos os métodos existentes – seja cartão de crédito, débito, transferência ou boleto.

Para escolher a melhor parceria, é fundamental que você leve alguns pontos em consideração, como:

  • Processo de checkout transparente;
  • Boleto registrado;
  • Flexibilidade de parcelamento;
  • Descontos em faturas;
  • Notificações de pagamentos.

Quais são os principais meios de pagamento online?

1. Pix

O Pix, recentemente lançado pelo Banco Central, é um meio de pagamento instantâneo que veio para trazer muita facilidade para as transações financeiras.

Ele pode ser considerado um substituto das transferências TED e DOC, uma vez que permite envio de dinheiro de uma conta para outra de maneira muito mais rápida e econômica. Portanto, a previsão é de que em breve esses formatos de transferência deixem de existir.

Hoje, já é possível fazer diversos pagamentos em poucos segundos, sem correr o risco de perder o prazo. Além disso, em comparação com outros tipos de transferências bancárias, o Pix é bem vantajoso.

Enquanto TED e DOC custam mais de R$ 20,00 para pessoas jurídicas, algumas instituições financeiras como a Transfeera, ofertam o Pix com um valor médio entre R$ 0,85 e R$ 0,30.

Banner Guia completo do Pix para empresas: tire suas dúvidas e comece a usar!

2. WhatsApp e Facebook Pay

O WhatsApp Payments e o Facebook Pay – apesar de ainda aguardarem liberação do Banco Central – também são métodos de pagamento online bastante eficientes quando o objetivo é ganhar escala no financeiro.

O WhatsApp Payments é uma função que possibilita transferências de dinheiro pelo aplicativo.

A solução facilita o envio e o recebimento de dinheiro online para empresas, principalmente considerando a agilidade e a praticidade de fazer transações como se estivessem enviando uma mensagem de texto.

O Facebook Pay segue a mesma lógica. É um serviço de pagamentos do Facebook que permite enviar dinheiro para outras pessoas usando as redes sociais e os aplicativos de mensagens da empresa. Ele é o sistema responsável por toda a transação do WhatsApp Payments.

As transações são realizadas via cartão de crédito ou débito Visa ou Mastercard e o usuário pode fazer até 20 transações por dia, movimentando no máximo R$ 5 mil por mês.

3. Pagamento recorrente

O pagamento recorrente é um método de pagar compras por meio de mensalidades, planos de assinatura e mensalidade.

Sabe a maneira que pagamos as plataformas de streaming, por exemplo? Então, é uma boa maneira de exemplificar o pagamento recorrente.

Nesse tipo de pagamento online, válido para todo serviço mensal, a cobrança é emitida e debitada de forma automática, dinamizando e simplificando todo o processo de transação.

4. Link de pagamento

O link de pagamento é um método de pagamentos que visa a simplicidade e otimização na transação. Aqui, o lojista envia um link para o cliente (já no checkout da venda) com todos os produtos desejados. É só clicar e comprar.

A disponibilização desse link deve ser feita de acordo com as preferências do gestor e atuação da marca. Ele pode, por exemplo, ser exibido em redes sociais ou e-mail marketing. Vai depender do seu tipo de negócio.

5. Boleto bancário

Por último mas não menos importante, temos o boleto bancário, uma das mais tradicionais maneiras de realizar pagamentos online.

Esse é um método que tem prós e contras muito bem estabelecidos. Ao tempo que certamente é o tipo de pagamento que mais demora para ser processado e aprovado, ele também é uma ótima opção para quem não tem conta bancária conseguir pagar suas compras.

Razões para medir a satisfação dos clientes com o pagamento online

Aprimoramento de estratégias financeiras

Em primeiro lugar, para que o seu sistema de pagamento online se mantenha efetivo e funcional, é necessário considerar a experiência de compra dos consumidores.

Sendo assim, medir a satisfação do cliente através de pesquisas no marketplace é fundamental para que o gestor possa aprimorar estratégias e desenvolver novos planos de negócio.

Acima de tudo, esses levantamentos fornecerão algumas informações importantes para o pleno funcionamento do sistema.

Dentre eles, podemos destacar a satisfação com o tempo para a realização das transações, os métodos de pagamento oferecidos, opções de parcelamento, etc. Tudo isso deverá ser levado em consideração para a elaboração de novas estratégias.

Dessa forma, será possível verificar as ações que funcionam e que não funcionam para os clientes, aumentando o leque de possibilidades para planos futuros.

Compreensão de fraquezas

Um bom gestor deve conhecer os pontos de melhorias e as falhas operacionais que o seu sistema eventualmente pode ter. E essa visão só é possível através de uma medição da satisfação dos clientes.

Por exemplo, digamos que a pesquisa chegue à conclusão de que os clientes não estão satisfeitos com o processo de checkout das compras.

Ou seja, nesse cenário, cabe ao gestor considerar essa informação, identificar os possíveis motivos que estejam causando o gargalo e elaborar planos para trazer melhorias no funcionamento desse campo.

Implementação de mudanças

Esse é um ponto que complementa a razão anterior. Nessa etapa, basicamente o gestor deverá levar a teoria e o estudo para a prática.

Afinal, para que uma pesquisa de satisfação do cliente seja efetiva, é essencial utilizar os dados obtidos no levantamento para criar ações que saiam do campo das ideias.

Nesse contexto, um gestor deve pegar todos os pontos de melhoria levantados na pesquisa e fazer mudanças reais nas operações, otimizando as áreas que possam estar atrasando a rotina do marketplace.

Agilidade na resolução de problema

Caso algum problema esteja atrapalhando o funcionamento de seu sistema de pagamento online, ele deve ser identificado o mais rápido possível.

Sobretudo, uma falha durante essas operações pode acabar trazendo um efeito dominó para o negócio, impedindo a realização de diversas compras e atrapalhando a lucratividade do marketplace.

Logo, medir a satisfação de seus consumidores pode ser comparado com um exame médico: ele indica com precisão e agilidade qual a irregularidade está acontecendo.

Com esse diagnóstico em mãos, você poderá solucionar o problema de maneira mais rápida, indo diretamente ao foco que está causando a insatisfação dos clientes.

Retenção e captação de clientes

A realização de uma pesquisa de satisfação sobre o funcionamento do pagamento online representa a preocupação da empresa com a experiência do consumidor, bem como para muitas pessoas, essa atenção pode soar positiva.

Sendo assim, quando um cliente percebe que a marca o escuta e se importa com sua opinião, ele tende a confiar mais na empresa.

Além disso, uma boa experiência de compra pode resultar em futuras transações e, consequentemente, na fidelização daquele consumidor.

Então, como consequência direta da retenção dos clientes, o marketplace poderá captar novos compradores.

O marketing boca a boca, especialmente no terreno da internet, ainda é muito funcional para as empresas.

Além do boca a boca, as redes sociais também são ferramentas fortíssimas para a divulgação do negócio e captação de novos clientes.

Reputação da empresa

Por fim, lembre-se: a reputação de sua empresa depende diretamente da satisfação de seus clientes.

Uma vez que um cliente encontra dificuldades em fazer pagamentos online em seu marketplace, ele tende a relatar a experiência com outras pessoas.

Dessa forma, a imagem do negócio pode ser manchada para um potencial cliente que ainda não fez uma compra sequer em seu ambiente de vendas.

Como consequência dessa impressão ruim causada por um feedback negativo, novas transações podem ser dificultadas.

Como avaliar a satisfação do consumidor com o pagamento online?

Existem diversas ferramentas que podem auxiliar o seu processo de avaliação da satisfação do consumidor com o pagamento online. Confira os mais comuns:

Aplique o NPS – Net Promoter Score

Provavelmente você já se deparou com a seguinte pergunta pelos sites de vendas: “em uma escala de 0 a 10, o quanto você nos indicaria para um amigo?”.

Antes de mais nada, essa pesquisa de satisfação, conhecida como métrica NPS (Net Promoter Score) foi criada com o objetivo de medir a lealdade dos consumidores de empresas de qualquer área.

Respostas que variam de 0 até 6 são de clientes insatisfeitos com o serviço; 7 até 8 são os neutros; 9 e 10 são os satisfeitos que provavelmente irão divulgar o marketplace para outras pessoas.

Em seguida, para calcular o valor do NPS, você deverá subtrair o percentual dos clientes satisfeitos com o percentual dos insatisfeitos.

Através dessa conta, o gestor poderá visualizar com exatidão a métrica, a partir dessas métricas sendo:

  • Excelência: entre 76 e 100
  • Qualidade: entre 51 e 75
  • Aperfeiçoamento: entre 1 e 50
  • Crítica: entre -100 e 0

Utilize o Need Gap

A métrica Need Gap foi desenvolvida para o gestor identificar gargalos e lacunas (gap) nos serviços oferecidos.

Nessa pesquisa, os clientes indicam pontos de melhoria, o que pode resultar na agilidade para a resolução de problemas.

A Need Gap pode ser realizada através de perguntas como:

  • “Qual forma de pagamento você acredita que nossa plataforma deve adotar”;
  • “Você está satisfeito com o processo de pagamento online em nosso marketplace?”;
  • “De maneira geral, o quanto você está satisfeito com nossos produtos?”

Crie a sua própria pesquisa

Além dessas famosas métricas citadas acima, você também tem a possibilidade de criar suas próprias pesquisas de satisfação do cliente.

Para isso, o mais recomendado é que você mande um e-mail para o consumidor perguntando sobre o negócio.

É preferível que você envie essa pesquisa poucos minutos após a efetuação da compra, visto que o consumidor estará com a memória fresca e poderá dar mais detalhes sobre sua experiência.

É importante ressaltar que muitas pessoas não têm paciência para responder esses questionários.

E uma pesquisa de opinião grande tende a dificultar ainda mais esse processo. Portanto, pense de forma estratégica e elabore perguntas que possam ser respondidas de forma breve e ágil.

Recorra à consultorias

Por fim, você também pode contar com consultorias especializadas em levantamentos de satisfação dos clientes.

O benefício de contratar esse serviço é poder ter uma visão de um especialista sobre a satisfação dos consumidores.

Esse profissional poderá indicar os pontos de melhoria e questões que podem ser repensadas pelo gestor a fim de melhorar as atividades do negócio, ao passo que dirá tudo isso com uma expertise de quem trabalha no ramo e sabe exatamente o que está falando.

Ferramentas para ganhar tempo no processo de pagamento online

1. Ferramenta de gestão e processamento de pagamentos

Uma das formas mais simples de ganhar agilidade no processo de pagamento é contar com uma ferramenta de gestão e processamento automatizada. Ela será responsável por automatizar as tarefas repetitivas nesse processo, como lançar um a um dos dados bancários para fazer pagamentos em bancos diferentes. Essa é uma atividade que, se feita por uma pessoa, possivelmente pode acarretar falhas de digitação, por exemplo.

No entanto, com a ajuda dessa solução, não será mais preciso fazer isso manualmente. O próprio sistema assume essa função, tornando a tarefa bem mais rápida e permitindo que sua equipe dedique mais tempo a outras atividades na empresa.

É importante que você escolha uma ferramenta de gestão e processamento de pagamentos que possibilite importar suas planilhas de controle ou ainda que possa ser integrado diretamente ao seu sistema financeiro. Busque por uma solução que realmente ofereça agilidade para o seu dia a dia.

2. APIs

As APIs são recursos que facilitam muito no quesito agilidade. Elas possibilitam que várias funcionalidades que não estejam disponíveis por um sistema de gestão sejam integradas. A facilidade está em não precisar transportar dados manualmente de um sistema para outro, porque o tráfego de dados é em nuvem e em tempo real, tornando o processo, além de mais ágil, mais seguro.

Por exemplo, se você já usa um sistema de gestão para o financeiro da sua empresa e esse sistema não possui funcionalidade para pagamentos online, é possível integrar a ele uma ferramenta que tenha essa função por meio de uma API.

Ou seja, a integração dos sistemas através de APIs permite que os processos sejam realizados sem intervalos ociosos. E isso é possível porque a ligação entre eles é aperfeiçoada.

Banner Conheça as principais APIs e integrações para agilizar os processos financeiros

3. Plataforma para comunicação com fornecedores

Uma parte importante do processo de pagamento é fazer o contato com os fornecedores, que, de certa forma, leva tempo. São muitas as ações para serem comunicadas e também é grande o número de empresas para enviar e receber registros e documentos.

Para acelerar a realização dessas atividades, é importante padronizar a comunicação. Isso minimiza a ocorrência de falhas e melhora o desempenho das tarefas.

Para isso, você pode contar com uma plataforma virtual para o coleta de informações de seus fornecedores, o que torna o processo mais ágil e efetivo.

Depois de coletada essas informações a sua plataforma de cadastro de fornecedores vai poder fazer análise dos documentos e também a validação de dados bancários.

É importante considerar que o processo de pagamento envolve uma série de tarefas e, para administrar tantas atividades, é importante adotar medidas para ganho de agilidade.

Com uma plataforma de envio de e-mails que seja adequada às necessidades da sua empresa, você pode facilitar a gestão de dados, além de simplificar e padronizar a comunicação com os fornecedores.

Como um sistema de pagamentos online pode escalar processos?

Automação de pagamentos

Quando pensam em escalar processos financeiros, muitos profissionais deixam de lado o processo de pagamento. Essa atitude acaba sendo um grande erro, uma vez que, das atividades da rotina financeira, realizar pagamentos pode ser uma das que mais levam tempo.

Com um sistema robusto de pagamentos online a equipe financeira fica mais tranquila, pois a ferramenta realiza as transações de contas a pagar e também gera relatórios que permitem aos gestores avaliarem a eficácia dos pagamentos. A empresa evita também perdas financeiras decorrentes de falhas humanas.

Mas talvez a melhor maneira de entendermos como um sistema de pagamentos online pode escalar os processos financeiros, está nas transferências em lote.

Apesar de ser possível criar lotes de pagamentos no internet banking de instituições bancárias, quando o processo é automatizado torna-se muito mais seguro e prático.

O motivo é que com uma ferramenta de pagamentos como a Transfeera os relatórios de transações podem ser importados pelo sistema da empresa. Sem esquecermos que uma solução online reduz os custos com transferências bancárias. O Vakinha, maior plataforma

de financiamento coletivo do Brasil, é um bom exemplo de empresa que conseguiu escalar processos financeiros e reduzir os custos.

Além das altas taxas cobradas pelas transferências via TED e DOC, a empresa perdia dinheiro com estornos provenientes de erros de digitação.

Como contamos aqui, ao investir no sistema de pagamentos online da Transfeera, o Vakinha teve 50% de redução no erro de transferência. Por consequência, deixou de perder dinheiro com os estornos.

Banner Vakinha

Como funciona um sistema de pagamentos online?

Para você entender bem como um sistema de pagamentos online pode escalar processos financeiros, é importante saber como ele funciona. Para isso, acompanhe a seguir um processo de transferência que ocorre no sistema da Transfeera:

No caso dos pagamentos em lote, eles podem ser escalados com facilidade. Isso ocorre pois o contas a pagar tem a liberdade de programar as datas de execução individualmente, editar, excluir e incluir novos pagamentos.

Somente depois de tudo estar organizado conforme o desejado é que as transações são enviadas para processamento, evitando erros, estorno e retrabalho.

Como escolher o sistema ideal?

Existem algumas funcionalidades e características importantes em uma plataforma de gestão e automação de pagamentos. São elas:

  • No quesito segurança, é importante que o sistema tenha autenticação em dois fatores. Verifique também se cada usuário recebe um nível de acesso de acordo com suas permissões. Veja aqui mais sobre segurança.
  • Possuir conformidade com a LGDP.
  • Ter uma integração facilitada com ERP da empresa via API.
  • Certifique-se de que o sistema de pagamentos online garanta o controle do saldo em suas mãos. Assim, você pode utilizar o valor tanto para realizar pagamentos como para saque em uma conta de titularidade da empresa.
  • Tenha a certeza de que o sistema não cobra taxas indesejadas.
  • Permitir a possibilidade de acessar o extrato no período que desejar, os relatórios e indicadores das operações financeiras.
  • Importação de planilha em apenas alguns cliques.
  • Possibilitar uma melhor conciliação financeira, inclusive de Pix.
  • Funcionalidade de pagamento em lote via Pix.

Conheça a Transfeera!

Visando fornecer recursos para que cada vez mais negócios possam atualizar e otimizar seus setores financeiros, a Transfeera desenvolve soluções que facilitam os processos de validação de contas bancárias e otimização dos pagamentos, garantindo mais segurança e agilidade nos processos.

Quer saber mais sobre o nosso sistema para gestão de pagamentos? Acesse o link!

Produto - Pagamentos

Quer receber esses conteúdos e as novidades em primeira mão diretamente em seu e-mail?

Cadastre-se e receba as atualizações do blog e sobre a Transfeera diretamente em seu e-mail.

Ao informar meus dados, concordo com a política de privacidade

Usamos cookies e tecnologias similares para melhorar a sua experiência, personalizar publicidade e conteúdos de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossos termos legais, confira!