Validação de Dados Bancários
Link de pagamento: o que é e como gerar mais vendas com esse recurso

Link de pagamento: o que é e como gerar mais vendas com esse recurso

Com o crescimento dos negócios online, surgem vários recursos para tornar a experiência de compras mais fluída. Tratando especificamente do checkout, dentre esses recursos está o link de pagamento.

A funcionalidade pode trazer ganhos tanto para as empresas quanto para seus clientes, pois enquanto as organizações ganham em aumento de competitividade, agilidade e segurança, os compradores têm mais praticidade na hora de pagar.

Para saber mais, continue a leitura deste artigo e entenda como funciona o link de pagamento, além de como gerá-lo.

O que é link de pagamento?

Como sugere o próprio nome, o link de pagamento é uma funcionalidade que permite que as empresas enviem um endereço URL para os clientes realizarem o pagamento. Ou seja, trata-se de uma ferramenta de cobrança.

Graças a essa solução, usuários podem realizar suas compras independentemente do tipo de navegação em que se encontram. Isso porque o link de pagamento pode ser enviado via redes sociais, aplicativos de mensagens, e-mails etc.

Como funciona o link de pagamento?

Para gerar um link de pagamento é preciso utilizar uma solução que ofereça esse recurso. Nesse caso, tudo que a empresa deve fazer é acessar o software e inserir as informações necessárias para que o cliente possa finalizar sua compra.

Cada plataforma funciona de um jeito, mas no geral, ao criar um link de pagamento a loja online disponibiliza uma URL que possui os dados do produto ou serviço e os meios de pagamento disponibilizados, os quais podem variar.

Como criar o link de pagamento?

Algo importante a entender sobre como gerar um link de pagamento, é que a URL em questão é gerada automaticamente por um sistema. Isso significa que por trás de cada link de pagamento existe uma solução para tal.

Conforme mencionamos, cada plataforma tem suas particularidades, mas o processo para a criação do link de pagamento costuma ser rápido.

Como receber via link de pagamento?

Após o link gerado, a empresa precisa enviá-lo ao cliente a fim de que ele possa concluir a compra. Tendo acesso ao link de pagamento, tudo o que o consumidor precisa fazer é clicar na URL. Em seguida, ele será direcionado para uma nova página.

Nessa nova página já consta o produto ou serviço a ser adquirido. Isso significa que o cliente não precisa acessar o e-commerce ou marketplace, fazer uma busca, selecionar o produto desejado e, somente depois de ter feito tudo isso, começar o procedimento de checkout.

Ao acessar a URL enviada o comprador somente precisa preencher os dados como nome, endereço de entrega, método de pagamento e, se for o caso, número de parcelas disponíveis. O processo acontece de forma rápida, pois a ideia por trás do conceito é o de trazer agilidade na hora de pagar.

Ainda sobre como gerar link de pagamento e receber por esse meio, muitas soluções oferecem a opção de personalização da URL com a identidade da empresa.

Quanto tempo demora para cair o pagamento por link?

Não basta entender como gerar o link de pagamento. É preciso saber também quando sua loja virtual terá o dinheiro na conta.

Nesse caso, mais uma vez tudo vai depender da plataforma sendo utilizada. Geralmente, as soluções disponíveis no mercado cobram uma taxa maior para recebimentos no mesmo dia em que a compra foi efetuada.

No entanto, tudo depende também do meio de pagamento escolhido. Empresas que oferecem o Pix como forma de pagamento já contam com a instantaneidade na hora de receber.

Isso quer dizer que, se ao enviar um link de pagamento para o cliente e ele for incentivado a pagar por Pix (por exemplo, se ele tiver algum desconto), sua loja virtual recebe o dinheiro praticamente no mesmo instante em que a compra foi efetuada.

Mesmo que a plataforma utilizada para criar o link de pagamento cobre uma taxa do e-commerce ou marketplace para pagamentos via Pix, na maioria dos casos esse valor é bem menor do que os cobrados por pagamentos via cartão de débito/crédito e boleto bancário.

Banner Tudo sobre o PIX e o que estamos fazendo por você

Portanto, tenha em mente que, se você deseja associar o link de pagamento com recebimento na hora, precisará oferecer aos clientes a modalidade de pagamento via Pix. Além de o dinheiro entrar mais rapidamente no caixa do seu negócio virtual, o Pix pode trazer diversos outros ganhos.

Mas, ao invés de elencarmos aqui as vantagens do método instantâneo de pagamento, compartilhamos com você as histórias de três empresas que passaram a pagar e receber via Pix e alcançaram excelentes resultados. Clique no banner e saiba mais:

Banner Três cases de sucesso com o Pix

Quais as vantagens de utilizar o link de pagamento?

Agilidade para o cliente e para a empresa. Esses são dois benefícios dos links de pagamentos. Além deles, citamos mais três outras vantagens:

Reverter os carrinhos abandonados

Uma das maiores dores de cabeça dos negócios online são as compras esquecidas nos carrinhos. Muitas vezes, isso acontece por conta de páginas que demoram para carregar, formulários extensos a serem preenchidos e falta de informações claras.

Com uma boa estratégia, é possível enviar e-mails ou mensagens com o link de pagamento para o cliente que não finalizou sua compra.

Além disso, o próprio link já incentiva o cliente a realizar o pagamento, uma vez que a URL já traz o produto ou serviço desejado e possui poucos campos para preenchimento.

Realizar promoções relâmpagos

Você pode criar um link de pagamento com uma oferta específica e divulgá-la em seus meios de comunicação com mensagens do tipo: “promoção relâmpago”, “esse link vai expirar em X horas”, “compre antes que seja tarde” e assim por diante.

Como tudo que uma loja virtual não quer é vender um produto que não está mais disponível, é possível definir a quantidade de vezes que a URL pode ser usada.

Aumentar o alcance das vendas online

Com o link de pagamento, seu cliente pode fazer uma compra diretamente do Instagram, por exemplo. Basta criar a URL e enviá-la à pessoa interessada pelo seu produto ou serviço.

Isso aumenta o potencial das vendas, uma vez que o cliente não precisa acessar a loja virtual, pesquisar pelo produto e ir para o checkout. Todo o “trabalho” é feito pela sua empresa, que envia a página certa para que o processo seja finalizado rapidamente.

Quais as desvantagens de utilizar o link de pagamento?

Para os pontos negativos, selecionamos dois que podem ser vistos como uma barreira pelos seus clientes:

Ação pode ser vista como invasiva

Pense no caso de URLs enviadas por e-mails. Muitas pessoas podem ver a ação como um spam, o que já descredibiliza toda a estratégia.

Mesmo se um cliente se mostrou interessado por um produto e por algum motivo não finalizou a compra, ele pode, ao receber o link de pagamento por e-mail, se sentir incomodado.

Nessas situações, a prática pode ser vista como um tiro no pé e acabar sujando a imagem da sua empresa.

Segurança

Apesar de que as fintechs que oferecem soluções que geram links de pagamentos seguirem as políticas de proteção, muitas pessoas podem ter algumas desconfianças quanto à URL enviada.

Por exemplo, será que o link é seguro? Ele foi enviado pela loja virtual ou por um hacker?

Se o cliente tem essas dúvidas e possui um certo receio que seus dados sejam clonados, as chances de ele finalizar a compra são praticamente nulas.

Como garantir a segurança nos meios de pagamentos?

O fato é que, se o seu cliente não se sentir seguro na hora de pagar, a compra não será finalizada.

Para dar essa segurança a ele, o ideal é que o checkout faça parte da experiência de compra. Em outros termos, na hora de realizar o pagamento é importante que o cliente não seja redirecionado para um outro site, mas, sim, que continue na mesma página.

Isso é possível com uma solução de pagamentos como a Transfeera, que faz a comunicação via API com o negócio virtual. Graças a essa comunicação, o usuário não precisa sair do site em que se encontra para proceder com o pagamento.

A plataforma da Transfeera foca em cash in e cash out via Pix, o que garante que entradas e saídas sejam realizadas na hora. Dessa maneira, seu comércio eletrônico ganha em controle de fluxo de caixa.

Por ser um pagamento facilitado, o Pix já traz a agilidade na etapa do pagamento, pois em uma transação o cliente só precisa inserir uma chave ou realizar o pagamento por QR Code.

Então, se o que você deseja é acelerar as vendas e os recebimentos, a API de pagamentos da Transfeera pode ajudar. Confira algumas vantagens adicionais da tecnologia:

  • Centralização das entradas e saídas em um único lugar;
  • Informações e dados sobre a saúde financeira de seu negócio na palma da mão;
  • Redução de erros humanos e falhas operacionais;
  • Automatização dos pagamentos;
  • Aumento da produtividade de sua equipe.

Entenda melhor como funciona uma API de pagamentos e veja tudo que ela pode fazer pela sua empresa!

Material API Pix

Quer receber esses conteúdos e as novidades em primeira mão diretamente em seu e-mail?

Cadastre-se e receba as atualizações do blog e sobre a Transfeera diretamente em seu e-mail.

Ao informar meus dados, concordo com a política de privacidade

Usamos cookies e tecnologias similares para melhorar a sua experiência, personalizar publicidade e conteúdos de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossos termos legais, confira!