Gestão Financeira
6 práticas infalíveis para um bom controle de recebimentos

6 práticas infalíveis para um bom controle de recebimentos

Ter conhecimento dos valores que devem entrar no caixa e ficar de olho para ver se eles realmente entraram, é uma tarefa importante do contas a receber. Isso porque, ao fazer o controle de recebimentos, sua empresa conseguirá realizar uma melhor gestão do fluxo de caixa. Assim, estará apta a tomar decisões mais precisas.

Portanto, saber como controlar o contas a receber de uma empresa é essencial para uma boa gestão financeira de negócios online. Por esse motivo, a seguir mostramos como você pode controlar as entradas de caixa com sucesso.

O que é controle de recebimentos?

O controle de recebimentos é uma ferramenta de gestão financeira que serve para acompanhar todas as receitas que sua empresa tem para receber. Elas podem ser provenientes tanto de pagamentos parcelados ou vencimentos futuros.

É o contas a receber a área responsável por controlar essas entradas. Dentre as atividades de rotina do time estão: coletar receitas, registrar transações, verificar pagamentos e resolver discrepâncias nas contas.

Qual a importância do controle de recebimentos?

O principal objetivo de ter um controle de recebimentos eficaz é o de otimizar o processo de cobrança. Ao fazer isso, a empresa online consegue inclusive minimizar o tempo necessário para receber seus pagamentos e eliminar o risco de dívidas que podem se tornar incobráveis.

Mas para você entender bem para que serve o controle de contas a receber (e a importância dessa atividade), confira a seguir seus benefícios.

Quais os benefícios do controle de recebimentos?

O controle do contas a pagar traz muitas vantagens como:

Ajuda a melhorar o fluxo de caixa

Uma boa gestão de recebíveis ajudará a manter o fluxo de caixa estável. Além disso, garante que o negócio online tenha uma quantidade suficiente de dinheiro para lidar com suas transações diárias e honrar com seus pagamentos.

Analisando o controle dos recebimentos a empresa consegue também, se for o caso, definir melhores datas para pagamentos de acordo com a previsão de receitas.

Mantém a boa saúde financeira do negócio online

Para gerenciar um negócio com sucesso, é preciso dinheiro, concorda? É controlando os recebimentos que será possível saber se a empresa está tendo mais lucros ou prejuízos.

Ter essa informação é importante para que o negócio virtual não corra o risco de cair em dívidas e nem ficar com falta de estoque de algum produto porque não possui dinheiro em caixa para comprá-lo.

Melhora a satisfação do cliente

A partir do momento que o contas a receber sabe como controlar o recebimento de cartão de crédito ou Pix, é possível também acompanhar como anda o desempenho dos seus clientes. Por exemplo: eles estão pagando em dia? O que a empresa pode oferecer como desconto e/ou ofertas para ter um registro estável de pagamentos?

Isso ajuda também a aumentar a transparência entre sua empresa e seus clientes, bem como a construir um vínculo mais forte.

Tomar decisões estratégicas

A importância do controle do contas a pagar e a receber está no fato de que ele dá à empresa uma visão bem clara e precisa das entradas e saídas de dinheiro. Baseando-se nesses insights, as tomadas de decisão são mais precisas, pois levam os dados em consideração.

Voltando aos dois exemplos que citamos, das dívidas e da falta de estoque, é a partir do controle de recebimentos e entradas que o negócio online consegue analisar o capital de giro para investimentos, quitação de dívidas etc.

Como fazer o controle de recebimentos?

Compartilhamos com você seis práticas infalíveis que poderão trazer bons resultados. Dê uma olhada:

1. Registre todas as contas a receber

Controle de contas a pagar não existe sem fluxo de caixa em dia e organizado. O motivo é bem fácil de entender: sem as informações corretas e precisas das entradas e saídas, e dos pagamentos a vencer e dos prazos que foram dados, não tem como saber de onde o dinheiro vem. Nem para onde ele vai.

Por isso, o primeiro passo é ter tudo registrado. Por “tudo”, entenda:

  • As vendas a prazo
  • As vendas parceladas
  • Os pagamentos em atraso.

O ideal é que o registro seja feito com uma frequência diária para não correr o risco de que alguma informação se perca.

2. Faça categorização por tipo e data

Para um controle de recebimentos preciso, uma dica é organizá-lo por: data de vencimento, se o pagamento será feito por Pix ou outro meio de pagamento, origem da venda, entre outros critérios que você julgar pertinente.

Além disso, essa informação será útil para a previsão do tempo de compensação do pagamento. Se o cliente pagou por Pix, o valor entrará no caixa da empresa em questão de segundos. Já se optou por boleto, o prazo é de até 3 dias úteis.

No caso do cartão, o recebimento pode levar 30 dias se a antecipação de recebíveis não for solicitada.

Leia também:

3. Classifique os recebimentos em ordem cronológica

Essa prática ajuda a prevenir a inadimplência, pois dá ao contas a pagar uma visão bem mais precisa dos recebimentos previstos. Com esse controle, a empresa consegue até tomar ações mais rápidas no caso de pagamentos em atraso.

Do mesmo modo, a classificação das entradas em ordem cronológica ajuda a equipe a se focar nos pagamentos que estão para entrar (e não nos que entrarão daqui a dois meses). Por isso, a dica é elencar os recebimentos dos mais recentes aos mais tardios.

4. Faça o controle de recebimentos em um lugar seguro

Todos os registros das entradas devem estar em um lugar seguro e de fácil acesso. Não só isso, mas também devem estar acessíveis apenas às pessoas autorizadas.

É possível optar por desde um livro de registros, passando por uma planilha ou até um sistema para pagamentos. Se você não quer correr o risco de perder os seus dados, o local mais seguro para controle de recebimentos é em uma solução voltada para isso.

Produto - Pagamentos

Adicionalmente, sistemas para pagamentos possuem controles de proteção contra acesso de hackers. Ou seja, é uma maneira de manter todas as informações de entradas e saídas bem protegidas.

5. Registre as receitas

Essa ação tornará a vida do contas a pagar mais fácil. Uma vez com os registros de todas as entradas previstas no caixa em mãos, a equipe pode cruzar dados e identificar os pagamentos.

Consequentemente, o controle das movimentações do caixa é feito mais rápido e precisamente.

6. Defina uma periodicidade para o controle de contas a receber

Conforme comentamos, para evitar acúmulos de registros e também garantir um melhor controle dos recebimentos, o ideal é que o fluxo de caixa seja atualizado diariamente.

Também como destacamos, é importante que as vendas sejam cadastradas todos os dias, categorizando-as e classificando-as por ordem de data de recebimento. Na hora de realizar o controle propriamente dito, tudo será mais rápido.

O controle pode ser realizado uma vez por semana, a cada quinzena ou mensalmente. Tudo depende do fluxo de entradas do seu negócio. Contudo, na hora de fazê-lo, não esqueça de ter em mãos os extratos bancários e demais comprovantes de pagamentos.

Como a tecnologia pode ajudar no controle de recebimento?

Além de manter todas as informações seguras e facilmente acessíveis, a tecnologia pode automatizar os recebimentos.

Com uma solução para automatizar os recebimentos os registros ocorrem automaticamente e em tempo real dentro do sistema. Essas soluções geralmente enviam comprovantes a cada recebimento, o que ajuda também no controle do fluxo de caixa.

No entanto, é possível tornar todo o processo ainda mais agilizado. Com a solução de pagamentos da Transfeera, sua empresa não precisa esperar o tempo de compensação de recebimentos.

Temos uma API que pode ser integrada ao seu ERP financeiro e que a cada quantia recebida envia um alerta e comprovante. Isso tudo ocorre em tempo real, garantindo mais transparência e agilidade no relacionamento, além de facilitar o processo de conciliação bancária.

Com a Transfeera você consegue também tornar mais fácil o processo de cobrança em tempo real graças aos pagamentos por Pix. Nesse caso, a plataforma emite QR Codes estáticos ou dinâmicos de cobrança. Em termos práticos, isso significa que seu dinheiro é compensado na hora e garante um fluxo de caixa 7 dias na semana sem parar.

Confira agora todas as vantagens de integrar a solução de pagamentos da Transfeera com uma API diretamente no ERP, e tenha o controle de todas as entradas e as saídas de dinheiro da sua empresa de forma automatizada e em poucos segundos!

Clique no banner para saber mais:

Produto - API de Pagamentos

Quer receber esses conteúdos e as novidades em primeira mão diretamente em seu e-mail?

Cadastre-se e receba as atualizações do blog e sobre a Transfeera diretamente em seu e-mail.

Ao informar meus dados, concordo com a política de privacidade

Usamos cookies e tecnologias similares para melhorar a sua experiência, personalizar publicidade e conteúdos de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossos termos legais, confira!