Gestão Financeira
Agile Finance: por que investir e como implementar na sua empresa

Agile Finance: por que investir e como implementar na sua empresa

Muitas vezes, empresas podem tornar os fluxos de pagamentos e recebimentos demorados, repetitivos, trabalhosos, imprecisos (e frustrantes!). Contudo, o que muitas organizações esquecem é que o segredo para um contas a pagar e receber eficiente pode estar no departamento de TI.

Para citar alguns exemplos, softwares de automação, inteligência artificial e análise preditiva podem trazer eficácia à gestão financeira. Somado a isso, existe uma estratégia – a qual também é suportada pela TI – conhecida por Agile Finance.

Graças a essa metodologia empresas como a sua podem acelerar a transformação em direção à excelência financeira e, assim, acabar com a morosidade nos processos de cash in e cash out.

Neste artigo, veremos o que é Agile Finance, quais as vantagens da metodologia e como adotá-la para garantir mais produtividade e agilidade nas questões financeiras do seu negócio. Aproveite!

O que é Agile Finance?

Em português, Agile Finance pode ser traduzido como finanças ágeis. Trata-se da aplicação de métodos para aumentar a produtividade e a eficiência, bem como otimizar fluxos financeiros e automatizar processos visando melhorar a lucratividade da organização.

Todo o conceito de agilidade financeira é inspirado na metodologia ágil, que surgiu na indústria de software, mas logo migrou com sucesso para empresas de diversos outros setores e áreas.

Um dos motivos da ampla aceitação do método está no fato de ele possibilitar a geração de valor com tomadas de decisão rápidas e eficazes. Além disso, a metodologia possui foco na obtenção de resultados e no aumento dos níveis gerais de engajamento das equipes.

Entendendo sobre a metodologia ágil

A metodologia agile nasceu com um manifesto criado por 17 desenvolvedores de softwares dos Estados Unidos. Formalmente chamado de Manifesto for Agile Software Development (ou Manifesto para Desenvolvimento Ágil de Software), o documento identifica 12 princípios e quatro valores-chave que seus autores acreditam que devem ser usados por  desenvolvedores de software.

Os valores são:

  1. Indivíduos e interações mais que processos e ferramentas
  2. Software em funcionamento mais que documentação abrangente
  3. Colaboração com o cliente mais que negociação de contratos
  4. Responder a mudanças mais que seguir um plano

Já com relação aos 12 princípios, o Manifesto Ágil entende o seguinte:

  1. Nossa maior prioridade é satisfazer o cliente através da entrega contínua e adiantada de software com valor agregado.
  2. Mudanças nos requisitos são bem-vindas, mesmo tardiamente no desenvolvimento. Processos ágeis tiram vantagem das mudanças visando vantagem competitiva para o cliente.
  3. Entregar frequentemente software funcionando, de poucas semanas a poucos meses, com preferência à menor escala de tempo.
  4. Pessoas de negócio e desenvolvedores devem trabalhar diariamente em conjunto por todo o projeto.
  5. Construa projetos em torno de indivíduos motivados. Dê a eles o ambiente e o suporte necessário e confie neles para fazer o trabalho.
  6. O método mais eficiente e eficaz de transmitir informações para e entre uma equipe de desenvolvimento é através de conversa face a face.
  7. Software funcionando é a medida primária de progresso.
  8. Os processos ágeis promovem desenvolvimento sustentável. Os patrocinadores, desenvolvedores e usuários devem ser capazes de manter um ritmo constante indefinidamente.
  9. Contínua atenção à excelência técnica e bom design aumenta a agilidade.
  10. A simplicidade – a arte de maximizar a quantidade de trabalho não realizado – é essencial.
  11. As melhores arquiteturas, requisitos e designs emergem de equipes auto-organizáveis.
  12. Em intervalos regulares, a equipe reflete sobre como se tornar mais eficaz e então refina e ajusta seu comportamento de acordo.

Para simplificar, a abordagem ágil combina aspectos de cultura, formas de trabalho e configuração organizacional. Quando bem implementado, acelera os processos e a tomada de decisões, aumenta a inovação e reduz o tempo de lançamento de um produto ou solução no mercado.

Por que adotar o método ágil na área financeira?

Segundo o artigo What Agility Means for the Finance Function, “a função financeira pode desempenhar um papel significativo no esforço contínuo de uma empresa para melhorar sua agilidade. Ao mesmo tempo, a agilidade terá implicações na própria função financeira”.

Mais especificamente, quando tratamos de vantagens do método ágil na área financeira (Agile Finance), falamos de criação de valor em pontos como:

  • Operações escaláveis e eficientes;
  • Dados e métricas transparentes e acessíveis;
  • Adaptação rápida às mudanças;
  • Equipes capacitadas, capazes e multidisciplinares; e
  • Forte orientação de toda a organização para entregar mais valor aos clientes.

Ou seja, o Agile Finance, ao ajudar empresas a eliminar processos manuais, pouco escaláveis e subjetivos, melhora a saúde de toda a operação.

Para se ter uma ideia dos resultados que o financeiro pode obter com a metodologia, conforme o Agile Finance Revealed: The New Operating Model for Modern Finance, da Oracle, “as empresas apoiadas por líderes de finanças ágeis são consideravelmente mais propensas a relatar um crescimento de receita positivo (89% vs 63%) e aumentar a lucratividade (95% vs 70%)”.

A metodologia Agile Finance também contribui para que organizações se adaptem com rapidez às mudanças do comportamento de seus consumidores com relação aos meios de pagamentos.

Falamos sobre o assunto em um webinar com João Bezerra, profissional com mais de 35 anos de experiência nos setores de tecnologia, pagamentos e bancos no Brasil. Assista agora mesmo!

Banner 11 pontos para integrar uma API de pagamentos

Como adotar o Agile Finance na sua empresa?

Para a adoção da metodologia de agilidade financeira é importante lembrar que ser ágil significa aderir aos princípios e valores que orientam um modelo operacional ágil. Isso inclui capacitar equipes e indivíduos, garantir o foco no cliente e incentivar inovação e criatividade.

Adicionalmente, é fundamental minimizar a complexidade dos processos financeiros, afinal, a complexidade é inimiga da agilidade. O fato, por exemplo, de ter que acessar o Internet Banking de diferentes bancos para fazer pagamentos, não condiz com o princípio da agilidade. O mesmo se aplica na demora para fazer a conciliação bancária.

A fim de garantir agilidade nesses dois processos – e em muitos outros relacionados à rotina financeira – sua empresa pode investir em inovações tecnológicas que facilitem e otimizem as atividades diárias.

Dentre essas inovações estão as APIs, as quais podem reduzir o tempo gasto em atividades para automatizar as contas a pagar e garantir menos falhas na operação e mais segurança.

Aqui não nos prolongaremos no assunto, mas temos um material bem completo sobre as principais APIs e integrações para agilizar os processos financeiros

Produto - API Pix

Invista em tecnologia para ganhar agilidade financeira

No Agile Finance, a equipe financeira deve ter em mente que todos os processos adotados precisam entregar valor aos clientes, fornecedores, empresas parceiras e funcionários.

Isso pode ser feito de várias maneiras, como: melhorar o checkout de pagamento, realizar pagamentos em dia, enviar comprovantes de pagamento/recebimento em tempo real, reduzir os erros de transferência bancária e muitas outras.

Destacamos ainda que um dos focos da agilidade financeira são os processos de cash in e cash out. Dessa maneira, contar com soluções que dinamizem o dia a dia das operações de pagamento e recebimento é também garantir processos financeiros mais ágeis.

Para sairmos da teoria e partirmos para a vida real, citamos o exemplo da Pay4Fun, plataforma de pagamentos on-line que permite a realização de transações de forma prática e segura para sites de entretenimento no mundo inteiro.

A empresa utiliza, por meio de API, duas soluções da Transfeera: a de gestão e processamento de pagamentos e de recebimentos (cash in). Graças à tecnologia,  consegue pagar e receber no mesmo sistema, o que traz mais agilidade.

O investimento nas plataformas da Transfeera permitiu que a Pay4Fun escalasse o negócio sem perder a qualidade, mantendo a satisfação dos clientes finais e sem sobrecarregar o setor financeiro.

Veja como foi a jornada da Pay4Fun para ganhar mais agilidade nos seus processos financeiros. Leia o case completo.

Quer receber esses conteúdos e as novidades em primeira mão diretamente em seu e-mail?

Cadastre-se e receba as atualizações do blog e sobre a Transfeera diretamente em seu e-mail.

Ao informar meus dados, concordo com a política de privacidade

Usamos cookies e tecnologias similares para melhorar a sua experiência, personalizar publicidade e conteúdos de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossos termos legais, confira!