Gestão Financeira
Cash in e cash out: entenda a diferença entre esses dois processos

Cash in e cash out: entenda a diferença entre esses dois processos

Guilherme Verdasca

Guilherme Verdasca

Os processos financeiros de uma empresa têm diferentes nomenclaturas. É o caso de cash in e cash out. Você sabe do que se trata?

O objetivo deste artigo é explicar a diferença entre esses dois processos e esclarecer qualquer dúvida que você possa ter e otimizar o departamento financeiro do seu negócio.

Confira para ficar por dentro e conhecer como sistemas automatizados podem ser importantes aliados nos processos de cash in e cash out para ganhar escala, agilidade e segurança.

O que são cash in e cash out?

Cash in e cash out são apenas outros nomes que se pode dar para os processos de receber e pagar contas, respectivamente.

Em uma tradução literal do inglês, “cash” significa dinheiro, “in” significa dentro e “out” significa fora.

Portanto, enquanto cash in seria dinheiro dentro (recebimento), cash out seria dinheiro fora (pagamento).

Cash in também pode ser entendido como depósito, enquanto cash out seria saque.

Enfim, em qualquer uma dessas acepções, é possível apreender a ideia de que, em uma empresa, cash in e cash out se referem ao dinheiro que entra e ao dinheiro que sai do caixa.

Tanto para o cash in quanto para o cash out, existem várias formas da empresa receber os recursos financeiros e fazer os devidos pagamentos, sejam para fornecedores, funcionários, parceiros ou outros tipos de despesas.

Quando a empresa precisa realizar muitos pagamentos e opta pelas transações financeiras em lote, por exemplo, é interessante que faça esse processo por meio de um sistema automatizado.

Aplicativos de delivery são um exemplo de empresas que precisam fazer muitos pagamentos de uma vez. Dependendo do tamanho do negócio e do número de estabelecimentos cadastrados, são milhares de transferências de valores a serem feitas.

Ainda que as instituições bancárias ofereçam serviços de transferências em lote, o processo de cash out acaba sofrendo muitas falhas de dados incorretos e que demandam bastante trabalho para serem corrigidas manualmente.

Entenda por que uma solução de gestão e processamento de pagamentos é a melhor alternativa para realizar operações bancárias em uma empresa.

Banner Infográfico: Open Finance As diferenças para o open banking

Como sistemas automatizados podem auxiliar nesses processos?

Para a empresa ganhar escala, agilidade e segurança nos processos de cash in e cash out, é fundamental contar com soluções que tornem as tarefas automatizadas.

Aqui, listamos algumas das vantagens possíveis ao fazer pagamentos e recebimentos por meio de um bom sistema automatizado.

Reduzem falhas causadas por processos manuais

Ao automatizar os pagamentos da empresa usando uma solução específica, a possibilidade de ocorrerem erros é muito menor.

Afinal, quando as atividades são realizadas manualmente, é comum que ocorra a digitação de algum dado incorreto e isso levar a uma série de falhas subsequentes.

Por exemplo, com a tarefa de cash out sendo realizada por um sistema de gestão e processamento de pagamentos, a digitação de dados de forma repetitiva deixa de ser necessária e, com isso, os erros são reduzidos.

Conteúdos Relacionados:

Evitam atrasos nos pagamentos

Transações financeiras realizadas com uma plataforma automatizada garante que os pagamentos sejam sempre efetuados dentro do prazo.

Isso é possível porque as falhas decorrentes de dados errados diminuem e, consequentemente, não é necessário ficar aguardando estornos nem a correção de qualquer outro problema de gerenciamento, fatores que costumam ser responsáveis por atrasos nos pagamentos.

Sendo assim, ao usar um sistema de gestão e processamento de pagamentos, a empresa evita não apenas atrasos, mas também gastos com multas e juros devido ao pagamento depois do prazo.

Ajudam no controle de inadimplência

Com uma plataforma que facilita a emissão de cobranças, usando PIX, por exemplo,  e acompanha em tempo real o cash-in dos valores, não é mais necessário aguardar os horários de compensação bancária, ou ficar abrindo a página do internet banking para conferir se a fatura foi quitada ou não.

Isso evita cobranças desnecessárias e perda de controle dos recebimentos em atraso.

Banner Três cases de sucesso com o Pix

Diminuem estornos

Garantir que o processo de cash out seja realizado de forma automatizada também significa ter certeza de que o dinheiro será destinado adequadamente para a conta do favorecido, evitando estornos.

Nos processos em que a empresa efetua muitos pagamentos e para novos favorecidos, é comum que dados bancários informados estejam incorretos e os valores das transações acabarem não sendo creditados.

Quando isso acontece, o processo de estorno pode levar alguns dias, até que o dinheiro seja devolvido e uma nova transferência possa ser realizada com aquele valor.

Por isso, considerando esse tipo de problema, é indispensável uma solução automatizada que confirme os dados do favorecido e só efetue a transação depois de garantir que correspondem a uma conta válida e para o titular indicado.

Eliminam insatisfações de clientes e parceiros

Quando a empresa implementa um sistema automatizado, as transferências financeiras acontecem com mais transparência e segurança. Sendo assim, é certo que clientes e parceiros que tenham valores a receber e a pagar se sintam mais satisfeitos, eliminando  problemas de relacionamento com a empresa.

Muitos problemas decorrentes de atrasos e falhas nos pagamentos geram chamados de suporte que podem ser evitados. Quando são resolvidos, os profissionais ganham mais tempo para atender demandas mais complexas.

Isso porque, uma boa plataforma de gestão e processamento de pagamentos também é responsável por enviar de forma automática os comprovantes de pagamento para os favorecidos.

É possível dizer, então, que um bom sistema automatizado garante mais eficiência e mais segurança para os processos financeiros de cash in e cash out. Sugerimos que confira também este conteúdo sobre como fintechs proporcionam mais serviços para empresas:

Meios de pagamento: o papel das fintechs na ampliação de serviços para empresas

Banner solicite uma demonstração

Usamos cookies e tecnologias similares para melhorar a sua experiência, personalizar publicidade e conteúdos de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossos termos legais, confira!