Gestão Financeira
Empresas fintechs: quais as vantagens para o comércio eletrônico?

Empresas fintechs: quais as vantagens para o comércio eletrônico?

O aumento das compras por comércio eletrônico e marketplace resultou no crescimento das transações online. Isso significa que tivemos um aumento no volume de pagamentos digitais, criando uma oportunidade para as empresas fintechs.

Graças a elas, o setor financeiro inovou, pois a tecnologia trazida por essas empresas possibilita mais praticidade, segurança e transparência às transações. Mas, de que forma essas soluções garantem mais eficiência e, consequentemente mais lucro, para e-commerce e marketplace? Entenda aqui.

Empresas Fintechs: qual sua relação com o e-commerce?

As empresas Fintechs oferecem tecnologia financeira como serviço. O modelo permite que qualquer negócio use APIs para incorporar recursos financeiros em seus sistemas.

Para entender, as fintechs mudaram drasticamente a maneira como as pessoas e empresas usam e movimentam dinheiro, o que cada vez mais impacta o mundo das vendas online. Em marketplace e comércio eletrônico, são elas que tornam as transações online possíveis e convenientes e, assim, o gerenciamento de pagamentos passa a ser muito mais rápido e acessível.

Em termos práticos, o modelo FaaS oferece aos consumidores digitais mais opções para pagar online, independentemente de onde estejam e de qual dispositivo utilizem.

Portanto, se considerarmos o rápido crescimento de e-commerces e marketplaces, podemos dizer que a ligação de empresas online e as FaaS é cada vez mais estreita.

Vantagens de empresas fintechs para comércio digital

Redução do time to market

Antes que empresas de comércio eletrônico comecem a funcionar, têm um longo percurso a percorrer. Uma das questões que esses negócios precisam responder tem a ver com como receberão seus pagamentos e, no caso dos marketplaces, como farão o split.

Ao contratar uma empresa fintech, essa preocupação é facilmente resolvida. Dessa maneira, gestores de e-commerce e marketplaces poderão colocar suas empresas para operarem muito mais rapidamente do que seria se eles mesmos tivessem que pensar em soluções financeiras.

Banner Conheça as principais APIs e integrações para agilizar os processos financeiros

Crescimento do seu poder competitivo

As empresas fintechs dão ao comércio eletrônico a possibilidade de entregarem um serviço diferenciado aos seus clientes em uma etapa crítica: a do pagamento. Ao contarem com uma experiência positiva na hora de pagarem suas compras, as chances de os consumidores voltarem a comprar do mesmo local aumentam.

Vale destacar que compradores e vendedores têm mais probabilidade de permanecer leais às empresas de comércio eletrônico que facilitam as transações e são transparentes em suas operações.

Custos mais baratos e menos burocracia

As FaaS surgem como uma opção para quem não deseja se preocupar com questões burocráticas e regulatórias, e muito menos com ter que pagar altos custos para desenvolver uma tecnologia bancária.

Toda essa desburocratização do serviço financeiro pode atrair clientes e reter os atuais.

Serviços e produtos que podem ser oferecidos via fintechs

Empresas fintechs buscam aprimorar a experiência do consumidor por meio da desburocratização de processos. Dentre eles, destacamos a automatização de pagamentos e recebimentos.

Além da redução da burocracia, as fintechs costumam ter taxas muito menores do que as praticadas pelos bancos. Para quem trabalha com operações bancárias, como é o caso do comércio eletrônico, em médio e longo prazo esse fator se traduz em aumento nos lucros.

Leia também: Transfeera diminui em 94% custos de transação bancária para marketplaces.

São vários as soluções de fintechs para e-commerce e marketplace, como por exemplo:

Esses e outros produtos e serviços que podem ser oferecidos por empresas FaaS, dependem de APIs financeiras. Entenda a seguir.

APIs irão moldar o futuro

As APIs simplificam a maneira como os bancos e fintechs interagem entre si, bem como marketplaces e e-commerce gerenciam pagamentos e recebimentos. Por isso, a integração de uma API aos serviços financeiros do comércio eletrônico torna as operações financeiras mais práticas, ágeis e eficientes.

Por exemplo, com uma API Pix a empresa consegue automatizar as rotinas de recebimentos por Pix e ter vantagens como confirmação de recebimento em tempo real, emissão de QR Codes estáticos ou dinâmicos, e alerta a cada nova entrada de valor na conta.

Como comentamos no início, o crescimento do comércio eletrônico fez também surgir novas empresas fintechs, as quais trazem diversas possibilidades por meio de suas APIs.

Pensando nisso, queremos convidar você a entender como o surgimento de tantas FaaS impacta o seu negócio, e o quanto as APIs podem auxiliar as rotinas financeiras e tornar mais prático o seu dia a dia.

Acesse o conteúdo: Meios de pagamento – como as fintechs atuam na ampliação de serviços para empresas.

Banner 11 pontos para integrar uma API de pagamentos

Quer receber esses conteúdos e as novidades em primeira mão diretamente em seu e-mail?

Cadastre-se e receba as atualizações do blog e sobre a Transfeera diretamente em seu e-mail.

Ao informar meus dados, concordo com a política de privacidade

Usamos cookies e tecnologias similares para melhorar a sua experiência, personalizar publicidade e conteúdos de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossos termos legais, confira!