A Transfeera não realiza empréstimos financeiros. Em caso de dúvidas, fale com nossa ouvidoria.

Gestão Financeira
Split de pagamento: conceito, funcionamento e vantagens

Split de pagamento: conceito, funcionamento e vantagens

O split de pagamento é uma solução indicada para as empresas que envolvem mais de um recebedor nas suas transações financeiras digitais, realizando uma divisão automática dos valores da venda de um produto ou serviço.

Para deixar mais claro, vamos a um exemplo: você certamente já fez alguma compra em um marketplace, selecionando produtos de vendedores diferentes.

Mesmo que o dinheiro vá para vários destinatários, você faz um único pagamento equivalente à soma dos valores, que depois serão divididos pela plataforma e entregues aos vendedores. Essa divisão de pagamentos é a tradução literal de split payment, conhecido no Brasil como o split de pagamento.

Ou seja, esse recurso permite dividir o dinheiro das vendas de um marketplace entre vários fornecedores, evitando que o cliente tenha que pagar separadamente quando faz uma compra de produtos vendidos por lojas diferentes.

Sendo assim, há benefícios tanto para o cliente, que ganha mais praticidade para fechar um carrinho com produtos de várias lojas, quanto para os vendedores, que podem vender seus produtos em um grande portal com facilidade de acompanhamento e recebimento dos valores das vendas.

Preparamos este conteúdo para você entender como funciona um split de pagamento, quais são as vantagens desse sistema e por que é importante automatizar processos financeiros.

Continue a leitura e fique por dentro!

O que é split de pagamento?

De maneira resumida, o split de pagamento é um sistema que permite dividir um pagamento digital de um consumidor entre vários recebedores, muito útil para marketplaces, que reúnem várias lojas online em um único site.

Isso significa que o cliente pode comprar de várias lojas desse site e fazer um único pagamento. A plataforma é que fica responsável por dividir esse valor entre os lojistas de quem o cliente comprou.

O recurso é oferecido por plataformas de pagamento online e vem ganhando espaço no comércio eletrônico, já que elimina a necessidade do repasse de pagamentos e proporciona gerenciamento financeiro melhor e mais detalhado.

Para o funcionamento, são criadas regras de divisão por venda, de acordo com as políticas da empresa.

O sistema é integrado ao gateway de pagamento da empresa, que funciona como uma maquininha de cartão digital do e-commerce.

Então, é configurado como o valor dos pagamentos será dividido e também podem ser aplicadas porcentagens, comissões, taxas e outras condições.

Ou seja, com o split de pagamento, é possível personalizar e distribuir o valor de acordo com as políticas de cada vendedor, definindo prazos e condições diferentes.

Por exemplo, se um pagamento for feito no cartão de crédito referente a dois lojistas e um deles escolhe fazer antecipação de recebíveis, enquanto o outro não. Isso só é possível com o recurso de split.

Vale ressaltar que segundo a Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs), as transações por cartões (crédito e débito) registraram um aumento de 17,3% nos valores movimentados – R$ 558,3 bilhões – no primeiro trimestre de 2021 em comparação com 2020.

Só os cartões de crédito responderam por R$ 335,9 bilhões desse volume, registrando um crescimento de 12,8% no período. E em quantidade de transações, os cartões foram utilizados para realizar 6,5 bilhões de pagamentos nos primeiros três meses de 2021, um aumento de 11,8% em comparação ao primeiro trimestre do ano passado.

Banner Infográfico: Open Finance As diferenças para o open banking

Os principais usos do split de pagamento

O split de pagamento é usado principalmente no marketplace, possibilitando que os consumidores escolham produtos de vários lojistas e fechem uma compra com pagamento único.

Considerando que plataformas com esse modelo de vendas possuem um grande número de vendedores, a divisão de pagamentos pode ser bastante complexa.

Sendo assim, é fundamental um split de pagamento para organizar todos os pedidos e distribuir os valores pagos pelos produtos para os devidos fornecedores.

Dada essa complexidade, é importante que a empresa também conte com um sistema inteligente para automatizar os processos financeiros.

Para quem é indicado o split de pagamento

O split de pagamento é indicado para qualquer negócio que precisa dividir o valor das compras entre vários fornecedores.

Com essa tecnologia, a plataforma pode distribuir o dinheiro das vendas com facilidade e personalizar a forma como isso será feito.

Como vimos, o split de pagamento é um recurso mais usado por marketplaces, mas também pode ser útil para estabelecimentos físicos que precisam dividir pagamentos entre dois ou mais lojistas e profissionais, por exemplo.

No caso de um salão de beleza, o cliente pode fazer um único pagamento e a empresa dividir esse valor entre os diversos profissionais envolvidos nos serviços prestados, como cabeleireiro, manicure, esteticista etc.

A tecnologia também pode ser usada em qualquer negócio digital que envolva prestação de serviços e promova a relação entre compradores, vendedores e parceiros.

Um exemplo são os aplicativos de delivery, que precisam dividir os valores recebidos entre os restaurantes e os entregadores.

Conteúdos Relacionados:

As vantagens de usar o split pagamento na sua empresa

Usar o split de pagamento oferece inúmeras vantagens. Listamos as mais relevantes a seguir. Confira:

Aumento das vendas

O split de pagamento agiliza o checkout (fechamento do carrinho) dos clientes na plataforma e, dessa forma, aumenta a taxa de conversão.

Afinal, o cliente pode comprar produtos de lojas diferentes de forma prática e sem precisar fazer transações separadas.

Para fechar a compra, o usuário precisa apenas escolher uma forma de pagamento, como boleto bancário ou cartão de crédito, e depois pode acompanhar o pedido pelo sistema. Uma facilidade que impulsiona o aumento de vendas.

Transações transparentes

O split de pagamento proporciona transparência para as transações, possibilitando que todos os envolvidos saibam detalhes sobre o processo.

Quando o cliente faz o pagamento, os lojistas são informados sobre quais produtos foram vendidos e o valor que ele pagou. Dessa forma, eles podem controlar o estoque, gerir os recebíveis e mensurar as vendas.

Para o cliente, a transparência está em saber de quais fornecedores comprou e quanto pagou por cada produto, tendo acesso também aos valores de frete, quando o marketplace cobra valores diferentes.

Enquanto isso, o marketplace tem informações detalhadas de todas as transações, além de relatórios completos do split de pagamento.

Banner case Monetizze

Pagamentos automatizados

Com o split de pagamento, todo o processo é feito de maneira automática, evitando erros, já que não é preciso lançar os valores venda a venda nem distribuí-los entre os lojistas de forma manual.

O gateway fica responsável por processar o pagamento e aprová-lo junto ao banco e adquirentes, enquanto o split de pagamento distribui os valores aos lojistas automaticamente após a validação da transação.

Dessa forma, cada lojista recebe o pedido sem nenhuma interferência no processo, tudo instantaneamente.

Leia também: Automação financeira: reduza custos e ganhe eficiência agora!

Pedidos organizados

Quando a empresa trabalha com esse formato de dividir pagamentos entre lojistas ou profissionais, pode haver confusão nos cálculos, porque envolvem muitas variáveis.

Com o split de pagamento, esse processo ganha mais organização, porque facilita o controle sobre os pedidos e permite o acompanhamento das vendas.

Pelo sistema, os lojistas podem consultar o histórico de pedidos e checar as datas de pagamento, por exemplo.

Confiabilidade da empresa

Outro ponto importante em que o split de pagamento contribui é em relação à confiabilidade da empresa.

Vendedores e compradores confiam mais em plataformas que contam com essa tecnologia, já que proporciona segurança e praticidade.

O cliente sabe de quais lojistas está comprando, tendo a possibilidade de cobrar a qualidade dos produtos e o tempo de entrega prometidos.

Já quanto ao lojista, ele tem o controle dos produtos que está vendendo, os valores e as datas em que está recebendo, como se estivesse vendendo em um portal próprio.

Leia também: Meios de pagamento: o papel das fintechs na ampliação de serviços para empresas

Além do split de pagamento, como automatizar processos financeiros?

Pagamentos e recebimentos podem ser facilmente automatizados com um uma plataforma de gestão e processamento como a Transfeera.

A solução da Transfeera, por exemplo, permite uma gestão completa do processo de contas a pagar e a receber, automatizando os pagamentos em lote e agilizando os recebimentos.

Por meio de API, nossa plataforma pode ser integrada diretamente ao sistema financeiro da empresa, tornando o uso do Pix mais prático e eficiente ao automatizar toda a operação.

Outra funcionalidade importante da plataforma Transfeera é a possibilidade de eliminar os riscos de erros nas operações ao validar dados bancários, inclusive chaves Pix, para realizar um processo de pagamento mais eficiente.

Com o ContaCerta Transfeera, é possível saber se os dados bancários e as chaves do Pix são válidas e se o seu recebedor está ativo, seja enquanto pessoa ou empresa ativa. Para isso, também pode ser executado um micro depósito ou enviada uma mensagem que pode ser utilizada como um código de verificação.

Para quem quer escala, pode ser realizada a validação automática de dados bancários para cada um dos favorecidos ao integrar a API da Transfeera.

Além disso, a plataforma possibilita uma visão geral do fluxo de entradas e saídas, com geração de relatórios para acompanhamento da eficiência dos processos e envio de comprovantes de forma automatizada, o que contribui para reduzir chamados.

Já em relação ao Pix, a fintech oferece uma solução completa, a ContaTransfeera para receber, que garante à empresa um uso otimizado dos pagamentos instantâneos, fazendo todo o controle de transferências pela plataforma, sem a necessidade de entrar no Internet Banking de cada instituição bancária.

Quero conhecer a ContaTransfeera para receber via Pix

Como funciona o split de pagamento na Transfeera?

A ContaTransfeera para receber oferece a opção de split de pagamentos, com essa novidade, é possível gerar QR Codes de cobrança Pix com o repasse de valores para os sellers de maneira automática. Veja como funciona:

O split de pagamentos da Transfeera, permite dividir o recebimento de uma cobrança Pix entre vários vários recebedores, sendo muito útil para marketplaces, que reúnem várias lojas online em um único site.

O split de pagamentos da Transfeera automatiza essa divisão e garante agilidade e segurança para empreendedores e clientes.

Além de garantir adequação às regras do Banco Central, o split possibilita a simplificação do repasse financeiro, facilitando a identificação dos parceiros para o direcionamento correto de valores.

Também, descomplica o processo de chargeback porque caso apenas uma parcela do split precise ser realizada, a divisão facilita o  reembolso.

Split de pagamento com Pix na Transfeera

A funcionalidade do split está disponível para quem usa a ContaTransfeera para receber: o cliente inclui as informações do split diretamente na criação do QR Code em que vai realizar a cobrança por meio do Pix — valor (percentual ou fixo), data de vencimento e recebedor — e a divisão dos valores será feita de forma automática.

Todo esse processo é feito de maneira automática, evitando erros, já que não é preciso lançar os valores venda a venda nem distribuí-los entre os lojistas de forma manual.

Com a Conta Transfeera para receber, você pode emitir QR Codes dinâmicos para cobrança no seu marketplace. O dinheiro é compensado na hora e garante um fluxo de caixa 7 dias na semana, sem parar, tenha todas as informações das cobranças Pix na sua conta.

Incorpore o split no seu cash in e automatize sua rotina

Banner Split de Pagamentos Pix

Para saber mais sobre as facilidades de integrar uma solução como a Transfeera, confira este conteúdo:

Os passos para integrar uma API de pagamentos confiável, segura e escalável

Quer receber esses conteúdos e as novidades em primeira mão diretamente em seu e-mail?

Cadastre-se e receba as atualizações do blog e sobre a Transfeera diretamente em seu e-mail.

Ao informar meus dados, concordo com a política de privacidade

Usamos cookies e tecnologias similares para melhorar a sua experiência, personalizar publicidade e conteúdos de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossos termos legais, confira!