Validação de Dados Bancários Como um parceiro open banking reduz custos de transferências bancárias

Como um parceiro open banking reduz custos de transferências bancárias

Fernando Nunes

Fernando Nunes

Sabemos que executar pagamentos fazendo transferências bancárias podem ser operações com taxas bem altas. Quando a empresa precisa realizar muitos pagamentos e, principalmente, para diversos bancos, esse se torna um grande entrave.

É claro que qualquer empresa busca reduzir custos, mas o receio é sempre cortar gastos e ter as operações prejudicadas. Foi pensando em oferecer esse benefício de tornar menos onerosas  as transferências bancárias que a Transfeera, fintech open banking, desenvolveu seu sistema de gestão e processamento de pagamentos. Mas a proposta da Transfeera foi além de dar qualidade, agilidade e eficiência nas operações de pagamentos. Ela quis otimizar todo o processo, tornando-o escalável e eliminando as falhas.

Conteúdos Relacionados:

Quer entender como um parceiro open banking como a Transfeera garante transferências bancárias mais baratas do que as realizadas por instituições tradicionais? Então, continue a leitura deste artigo.

Antes de tudo, o que é open banking?

Segundo o Banco Central, open banking é o conceito de sistema financeiro aberto, em que o compartilhamento de dados pelas instituições financeiras pode ser realizado a critério de seus clientes, quando esses dados forem a eles relacionados.

Esse compartilhamento pode ser realizado por meio da abertura e da integração de plataformas e infraestruturas de sistemas de informação, de forma segura, ágil e conveniente, que é o modelo adotado pela Transfeera.

Como contar com um parceiro open banking pode reduzir custos em transferências bancárias?

Essa é a razão pela qual a solução da Transfeera foi desenvolvida: reduzir custos com as altas taxas para fazer transferências bancárias e com todo o retrabalho gerado ao ter operações sem eficiência. Assim, as empresas agora podem ter transações muito mais baratas comparadas às instituições bancárias tradicionais, além de praticamente zerar falhas com o validador de dados bancários.

Funciona assim:

– A empresa faz a integração do seu sistema com a Transfeera (via API de pagamentos ou de validação) ou importa uma planilha com os dados bancários para os quais precisa fazer as transferências bancárias;

– Os pagamentos serão realizados a partir do saldo disponível, ou, a empresa envia o dinheiro correspondente ao valor total das transferências para a Transfeera;

– Os dados bancários serão analisados e, após confirmados, as transferências bancárias são realizadas todas de uma vez.

– Finalizado o processamento do lote, é disponibilizado um relatório, com a situação de cada transferência, comprovantes de pagamentos e descrição da falha em caso de pagamento estornado.

Automatizando essas operações, é possível garantir uma redução de custos de forma considerável para a empresa. Confira abaixo algumas das maneiras com que o seu negócio pode economizar:

Taxas de transferências bancárias mais baratas

As transferências bancárias realizadas são muito mais baratas se comparadas às mesmas operações realizadas por bancos tradicionais. A propósito, fizemos um levantamento completo dos valores cobrados por TEDs nas principais instituições bancárias do país. Você pode conferir aqui.

Banner Vakinha

Menos falhas

Com o validador de dados bancários, as transferências bancárias têm menos chances de falhar. Isso porque, antes de o dinheiro ser transferido, é feita uma verificação por meio de algoritmos e consulta a CPF/CNPJ, para saber se os dados bancários inseridos estão corretos (se não está faltando ou sobrando algum dígito) e se correspondem a uma conta válida na instituição bancária informada.

Dessa forma, as transferências bancárias só são realizadas se os dados estiverem corretos, evitando que a empresa pague a tarifa de TED sem que a transferência tenha sido efetivamente realizada. Isso porque as instituições bancárias não devolvem o valor da tarifa, considerando que a tentativa de envio do dinheiro foi realizada. Portanto, a responsabilidade de ter informado os dados incorretos fica com a empresa pagadora.

Menos atrasos nos pagamentos

Quando há falhas nas transferências bancárias, é comum acontecer de a instituição demorar a retornar sobre o erro, levando a empresa a atrasar os pagamentos. A solução da Transfeera evita esse atraso – e os consequentes custos de multas e juros – ao avisar imediatamente em caso de dados bancários incorretos. Assim, a empresa não precisa ficar esperando retorno da instituição bancária para saber se a transferência foi concluída. Já fica sabendo na hora se a transação deu certo ou não.

Menos profissionais envolvidos

Como os procedimento serão automatizados, diminui a necessidade de muitos profissionais envolvidos nessa operação. Sendo assim, a empresa também reduz custos com pessoal, uma vez que a ferramenta facilita todo o trabalho, além de enviar os comprovantes de pagamentos automaticamente e gerar relatórios para monitorar a eficácia das operações.

Saiba mais sobre como eliminar erros e ganhar eficiência nos pagamentos com o validador de dados bancários da Transfeera, que já processou mais de um milhão de pagamentos com sucesso para empresas como iFood, Rappi, AiQFome, Vakinha, PayGo, Ebanx, Paggue, Unilever, Kimberly-Clark, Whirpool e General Mills.

Conta certa: elimine erros e ganhe eficiência em pagamentos online

Usamos cookies e tecnologias similares para melhorar a sua experiência, personalizar publicidade e conteúdos de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossos termos legais, confira!