Processamento de Pagamentos Payout empresarial: como não pagar as altas taxas de bancos

Payout empresarial: como não pagar as altas taxas de bancos

Guilherme Verdasca

Guilherme Verdasca

O processo de payout empresarial envolve inúmeras transações em diferentes bancos, uma tarefa que é muitas vezes demorada e suscetível a erros. Mas o que é ainda mais desagradável são as taxas altíssimas cobradas pelos bancos para cada operação realizada, o que, em grande escala, se torna realmente uma fortuna.

Recorrer às instituições financeiras parece, em um primeiro momento, a única saída para empreendedores realizarem pagamentos, tendo que se submeter a todas essas desvantagens das contas PJ.

Para empresas que fazem vários pagamentos e transferências, os bancos oferecem o serviço de transações em lote, que, de certa forma, facilita o processo de payout empresarial. Mas, mesmo com os descontos das taxas, as transações ainda têm um custo elevado. E mesmo com pagamento em lote ainda é preciso fazer manualmente de envio e recebimento de arquivos, tarefas lentas, burocráticas e que por depender de processos humanos podem ser mais suscetíveis a falhas.

Bom, as desvantagens você já conhece e são muitas. Por isso, preparamos algumas dicas para você se livrar dessas altas taxas de bancos no processo de payout empresarial. Confira.

3 dicas para se livrar das altas taxas de bancos para payout empresarial

1. Saiba quanto custam as transações de payout nos bancos

A primeira dica para você evitar as altas taxas cobradas pelos bancos é conhecer quanto custam as transações de TED e DOC no banco onde você possui conta e nas demais instituições financeiras tradicionais.

Um erro muito comum é simplesmente o desconhecimento dos valores dessas taxas. Dessa forma, a empresa pode se surpreender com a cobrança no fim do mês. Entenda quais são as taxas cobradas por cada transação, se há redução de valores para transações em lote, se há um número máximo de transações por mês e quanto é cobrado por cada transação extra etc.

Para você ter uma ideia de quanto dinheiro você pode estar perdendo ao realizar o processo de payout empresarial por meio dos bancos tradicionais, preparamos uma lista com as taxas básicas de transferências das principais instituições financeiras. 

Taxas de TED e DOC – Pessoa Jurídica

Banco do Brasil

R$ 21,95 por transação na agência

R$ 10,45 por transação no internet banking

Safra

R$ 19,90 por transação na agência

R$ 8,90 por transação no internet banking

Santander

R$ 18,80 por transação

Bradesco

R$ 10,45 por transação

Caixa

R$ 9,50 por transação

Viu como podem ser altíssimas as taxas cobradas pelos bancos tradicionais? Por isso, atente-se para quanto a sua empresa está pagando em cada transferência.

2. Pesquise alternativas

Outra importante dica que pode fazer a diferença para evitar as altas taxas de bancos no seu processo de payout empresarial é pesquisar alternativas. Em vez de optar por uma conta PJ em um banco tradicional, considere outras possibilidades.

Há muita diferença de taxas entre uma instituição e outra. Portanto, vale a pena se dedicar a uma pesquisa minuciosa de alternativas que atendam a esse processo de maneira mais simples e mais barata.

Hoje, existem fintechs que não cobram determinadas tarifas, além de facilitar o processo de payout empresarial. Mas não basta encontrar algum desses bancos digitais que oferecem serviços gratuitos. É importante pesquisar para descobrir uma solução que atenda às necessidades da empresa, que obviamente são diferentes de uma organização para outra.

3. Considere ter uma solução automatizada para payout

Quando o assunto é payout empresarial, até mesmo as vantagens das contas digitais podem ser insuficientes. Afinal, não adianta conseguir fazer transferências por baixas taxas ou até mesmo gratuitas se o processo continuar sendo feito manualmente e levando tempo demais.

Por isso, a saída pode ser contar com uma solução automatizada que, além de tornar o processo de payout muito mais ágil, também ofereça a possibilidade de fazer transferências para vários bancos a custos muito mais baixos.

Foi com o objetivo de automatizar e baratear as transações de TED e DOC entre diferentes bancos, cujas taxas são tão altas nos bancos tradicionais, que a Transfeera foi criada. Nós identificamos o quanto as empresas perdiam dinheiro e tempo com essas transferências e desenvolvemos uma solução automatizada para transferências que transforma essa rotina, deixando tudo mais simples.

A Transfeera é um sistema de gestão e processamento de pagamentos que possibilita à sua empresa simplificar o processo de payout empresarial, tornando-o automatizado. Além disso, possui um serviço de validação bancária por meio de API, que verifica a autenticidade dos dados bancários dos favorecidos antes das transações financeiras. Se houver divergência ou erro cadastral nos dados, o pagamento não é realizado e o estorno é feito imediatamente e sem burocracias. Ou seja, você deixa de se preocupar com erros e perdas nesse processo, uma vez que a Transfeera garante que o favorecido certo receba o pagamento.

O processo é muito simples. Você cria (ou importa) seu lote de pagamentos e envia o dinheiro para a Transfeera em uma única transferência. Depois, o trabalho fica todo com a solução: validamos os dados bancários de todos os favorecidos e realizamos os pagamentos automaticamente. Terminado o processo, nós geramos relatórios para você saber como está a eficácia dos seus pagamentos, ajudando a corrigir dados incorretos e minimizando as perdas por pagamentos errados.

Viu como, além de se livrar das altas taxas, você ainda pode otimizar o seu processo de payout? Conheça as soluções da Transfeera para a gestão e processamento de pagamentos e validação de dados bancários.