Gestão Financeira
Conheça o score de fraude e como usar com baixo custo

Conheça o score de fraude e como usar com baixo custo

Conforme aponta esta matéria no site ecommerce Brasil, entre 2020 e 2021 foi observado “um aumento de mais de 74% na quantidade das tentativas de fraude”. Como ações fraudulentas afetam a saúde financeira da empresa, muitos negócios virtuais passaram a adotar o score de fraude.

A ferramenta ganha cada vez mais importância quando analisamos o cenário de crescimento do comércio digital. Para se ter uma ideia, a 7ª edição da pesquisa “Perfil do E-Commerce Brasileiro”, realizada por PayPal Brasil e BigDataCorp, mostra que em 2021 nosso país totalizou quase 1,59 milhão de lojas online.

O número chama atenção por representar 22,05% a mais do que em 2020, quando as lojas online já haviam tido um impressionante salto de 40%.

Nesse cenário no qual cresce o ataque de fraudadores ao mesmo tempo em que plataformas de consumo online também evoluem, você vai concordar que é fundamental manter seu negócio protegido com as ferramentas certas.

Conheça, então, a importância do score de fraude.

O que é o score de fraude?

O score de fraude é uma ferramenta que mostra o risco de um negócio virtual sofrer um ataque de fraude. Ou seja, tem como objetivo mostrar a probabilidade de um determinado pedido ser fraudulento.

Essa checagem ocorre com base em informações do comprador, como nome, endereço, CPF, meio de pagamento utilizado e outras etc. Com o score de fraude os marketplaces e e-commerces conseguem ter uma taxa praticamente nula de falsos-positivos, que são os pedidos realizados por clientes bons, mas que foram negados por suspeita de fraude.

Além da redução dos falsos-positivos, o score de fraude reduz o índice baixo de chargeback.

Como o score de fraude diminui a taxa de chargeback?

Em uma tradução para o português, chargeback é uma “reversão no pagamento”. A ação ocorre quando há a contestação de uma compra, que pode ser feita tanto pelo próprio consumidor quanto pela instituição financeira.

Importante observar que o risco de chargeback acaba sendo maior nas compras online por cartão. No Pix ele até pode ocorrer, mas tende a ser mais difícil porque as transações realizadas pelo meio instantâneo de pagamentos contam com pelo menos um mecanismo adicional de proteção, o qual pode ser biometria, senha, token etc.

Banner Guia completo do Pix para empresas: tire suas dúvidas e comece a usar!

Apesar de o chargeback poder ser desencadeado por diversos motivos, nos e-commerces brasileiros a fraude é atualmente sua principal geradora. Por essa razão, o sistema de score de fraude pode ser bastante útil para reduzir a taxa de “reversão de pagamento”.

O motivo é que a ferramenta procura garantir que a compra de um produto ou serviço não esteja sendo indevidamente realizada por terceiros.

Quais as vantagens do score de fraude?

Duas das principais vantagens têm a ver, como vimos, com a redução dos falsos-positivos e a diminuição do índice de chargeback. À lista de benefícios do score para o risco de fraude acrescentamos também:

  • Insights do que pode ter disparado o alerta de fraude, permitindo ao negócio virtual adotar ações mais assertivas para se proteger;
  • Preservação da credibilidade e da boa imagem da empresa;
  • Melhora no processo interno de vendas;
  • Manutenção da carteira de clientes, pois muitos acabam perdendo a confiança na empresa após serem vítimas de fraudes;
  • Garantia de uma boa experiência de pagamento;
  • Evitar a perda financeira não apenas decorrente do chargeback, mas também devido ao pagamento de penalidades previstas na Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

https://transfeera.com/podcast/compliance-e-lgpd/

Como aplicar o score de fraude?

Para colocar em prática o score de fraude é preciso contar com uma ferramenta que realize a função. Nesse caso, cada ferramenta adota critérios de análise específicos, sendo que os principais são:

  • O e-mail do comprador;
  • O ID do dispositivo utilizado para a compra;
  • Os dados da rede sendo utilizadas (por exemplo, se o wi-fi é público ou particular e/ou se há algum filtro para mascarar a identidade, como o caso de um VPN);
  • A geolocalização, para avaliar o local onde ela está e a distância dela até o CEP informado;
  • Reconhecimento facial;
  • Dados comportamentais, como horário da compra, meio de pagamento utilizado e outros.

Invista em soluções que promovam a segurança

O score de fraude pode ajudar negócios virtuais a reduzirem o risco de sofrerem ataques de fraudadores. Porém, existe outra ação que pode ser conduzida para garantir a saúde financeira da sua empresa: apostar em soluções que promovam a segurança.

É o caso de plataformas de pagamentos e recebimentos que conduzem suas operações em total conformidade com a política de privacidade e todos os protocolos de Cyber Security, bem como com a LGPD.

Softwares robustos oferecem ainda autenticação de dois fatores, que garante que os logins realizados na plataforma de pagamentos estejam seguros. Adicionalmente, hoje em dia existem no mercado muitas ferramentas que priorizam a segurança cibernética. Para isso, elas desenvolvem e investem em tecnologias que protegem o comércio eletrônico contra violação de dados e consequentes crimes e golpes.

Portanto, uma medida que sua empresa pode considerar é contar com uma solução específica para automatizar recebimentos e transferências online em escala, e que do mesmo modo permita integrações seguras com outras tecnologias.

Por fim, complementando tudo que comentamos aqui, é importante avaliar o nível de segurança dos meios de pagamentos que os clientes da sua empresa têm à disposição. O Pix se destaca nesse quesito e para você compreender melhor, acesse agora mesmo o conteúdo:

Quer receber esses conteúdos e as novidades em primeira mão diretamente em seu e-mail?

Cadastre-se e receba as atualizações do blog e sobre a Transfeera diretamente em seu e-mail.

Ao informar meus dados, concordo com a política de privacidade

Usamos cookies e tecnologias similares para melhorar a sua experiência, personalizar publicidade e conteúdos de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossos termos legais, confira!