Gestão Financeira
O que é planejamento logístico no marketplace?

O que é planejamento logístico no marketplace?

Ao contrário do e-commerce, no marketplace um mesmo consumidor pode adquirir produtos de lojas diferentes, mas utilizando um único site. Por conta disso, existem algumas particularidades no planejamento logístico de marketplaces que precisam ser conhecidas por quem resolve apostar nesse modelo de negócios.

Por exemplo, quem é que fica responsável pelo envio do produto, o vendedor ou a plataforma? Quem arca com os custos envolvidos? Se der problema no transporte, quem deve entrar em contato com o cliente?

Como as etapas de envio e entrega de mercadorias pesam muito para a satisfação do consumidor, o planejamento da logística no marketplace merece muita atenção. Entenda tudo sobre o assunto no texto a seguir.

O que é planejamento logístico no marketplace?

O planejamento logístico dá suporte aos processos da cadeia de suprimentos, tais como armazenamento, movimentação, distribuição, transporte e entrega. Seu objetivo é o de garantir o fornecimento de produtos/mercadorias ao comprador com custos reduzidos e agilidade.

É o planejamento logístico no marketplace que garante a conectividade de toda a cadeia de suprimentos. Além disso, ele compreende todas as variáveis que de alguma maneira podem exercer influências nas operações (imprevistos, custos, atrasos, problemas no transporte etc.).

Em outras palavras, o planejamento logístico visa garantir que os processos sejam adequados para atender às necessidades do marketplace.

Como funciona o planejamento logístico no marketplace?

Em um marketplace, o planejamento logístico fica por conta de cada vendedor. Ou seja, a plataforma em si não tem responsabilidade alguma em planejar e coordenar a entrega dos produtos aos clientes.

Sendo assim, o marketplace propriamente dito não armazena nenhum produto e não gerencia nenhuma entrega. Portanto, a logística varia dependendo do seller.

Quais os benefícios do planejamento logístico no marketplace?

O planejamento logístico pode beneficiar marketplaces de diversas maneiras, como:

Redução de custos

Quando existe estratégia para executar a logística, fica muito mais fácil pesquisar as soluções de cadeia de suprimentos mais econômicas e levar em consideração custos e gargalos em processos que podem passar despercebidos.

É o caso da estocagem de produtos. Com um planejamento e gerenciamento logístico adequados, o vendedor do marketplace mantém o estoque em níveis ideais e não corre o risco de divulgar uma mercadoria que não possui.

Da mesma maneira, o planejamento logístico contribui para que todo o fluxo da cadeia de suprimentos ocorra sem fricção, o que diminui as chances de retrabalho e, consequentemente, de aumento de gastos.

Ajuda a traçar metas de longo prazo

O planejamento logístico no marketplace ajuda a garantir que sua empresa continue a crescer e a se sustentar. Isso porque, para tomar decisões assertivas sobre como lidar com sua logística, primeiro você precisa definir metas de como deseja crescer no futuro.

Em outras palavras, a logística obriga a empresa a pensar nos objetivos do seu negócio, tanto no curto quanto no longo prazo.

Melhora a eficiência

Tenha em mente que sistemas logísticos bem planejados são sistemas logísticos simplificados. Quando são simplificados, funcionam com muito mais eficiência.

Na prática, um bom planejamento logístico no marketplace lida com questões do tipo: melhor maneira de armazenar os produtos, como localizá-los de forma rápida, como tornar os processos de distribuição ágeis etc.

Adicionalmente, planejar a logística resulta em uma excelente ferramenta para agilizar as transações.

Aumento da receita

O aumento da receita é uma consequência natural do plano logístico. A razão é que, ao reduzir os custos da cadeia de suprimentos com um bom planejamento, seu negócio provavelmente verá gastos reduzidos e margens de lucro mais altas.

Da mesma forma, atender às demandas dos clientes resulta em fidelidade, o que geralmente leva a mais vendas.

Satisfação do cliente

A partir do momento que consegue manter os níveis de estoque, aprimorar as operações e garantir que o produto seja entregue conforme o prometido, sua empresa sempre estará em condições de atender rapidamente à demanda do cliente. Por consequência, conseguirá deixá-lo mais satisfeito e garantir que ele volte para a recompra.

Dicas de um bom planejamento logístico no marketplace

Para colocar em prática o planejamento logístico no marketplace, anote nossas dicas:

1 – Cuide da gestão do estoque

Para entregar o produto no prazo e nas especificações prometidas, o seller precisa ter a certeza de que está fazendo uma boa gestão de estoque. Isso inclui atividades como reposição de mercadorias, armazenamento adequado, controle de quantidade dos itens e separação dos produtos comprados pelo cliente.

2 – Defina prazo e frete

A concorrência no marketplace é acirrada, porque além de a plataforma concorrer com outros negócios digitais, a competição também acontece entre os próprios sellers.

Dos fatores de decisão dos compradores, dois se destacam: o valor do frete e o prazo. Quanto ao primeiro, seja o mais transparente possível e não deixe para informar o preço do envio somente no checkout de pagamento (essa prática é um dos motivos pelos quais ocorrem os abandonos de carrinho).

Já com relação ao prazo, seja honesto com quem está comprando de você e não prometa prazos impossíveis de cumprir. Caso ache que precise melhorar e que o tempo de entrega tem afastado compradores, procure por parceiros logísticos que possam ajudá-lo a entregar com mais agilidade e com preços mais baixos.

3 – Otimize a logística reversa

A devolução de produtos é algo normal em negócios digitais. Para que seus clientes não tenham dúvidas de como funciona o processo, desenvolva e divulgue a política de troca.

Em termos de logística, para que tudo ocorra da maneira mais simples possível, crie um processo de logística reversa e defina o fluxo de entrada e saída das mercadorias.

4 – Acompanhe o status do pedido

Para realizar um bom acompanhamento dos pedidos, não deixe de lado o monitoramento do transporte das mercadorias. Isso ajuda a antecipar problemas, pois caso algo tenha ocorrido no frete, você consegue informar o cliente e, se for o caso, passar uma nova data de entrega.

Lembre-se que é melhor ser transparente e avisá-lo se algo ocorreu de errado, do que tentar esconder algum problema que mais cedo ou mais tarde será de conhecimento do comprador.

A fim de fazer esse acompanhamento, existem diversas ferramentas no mercado que fornecem informações em tempo real do status do pedido.

5 – Agilize o pedido dos clientes

Conte com um sistema que permita emitir os pedidos de forma rápida e que agilize a preparação e distribuição dos produtos comprados.

Uma etapa que pode fazer com que o andamento do pedido ocorra mais devagar é o pagamento. Dependendo do meio que seus clientes utilizam para pagar, pode levar algum tempo entre a realização do pagamento e a confirmação do mesmo.

Como exemplo, basta analisarmos o pagamento por boleto bancário, que pode levar até 3 dias para compensar. Já quando o cliente paga via Pix, a confirmação leva apenas alguns segundos. Com isso, o negócio virtual consegue agilizar processos como emissão de NF e envio do produto à transportadora.

É pensando em toda essa agilidade que os marketplaces e e-commerces passaram a oferecer o Pix como método de pagamento. Muitos até incentivam seus clientes a optarem pelo Pix na hora de pagar, dando-lhes descontos especiais.

Banner Guia completo do Pix para empresas: tire suas dúvidas e comece a usar!

Invista em uma solução financeira para marketplace

Justamente por entenderem que o fluxo de pagamento influencia na agilidade da entrega dos pedidos, que marketplaces têm investido em soluções de pagamentos.

A Pay4Fun, plataforma de pagamentos online, é um desses exemplos. Como contamos aqui, a empresa estava enfrentando um alto grau de manualidade no processo de pagamentos.

A consequência disso refletia no tempo de processamento de cada pagamento, que tomava cerca de dois ou três dias do financeiro. O cenário mudou quando a Pay4Fun passou a utilizar, por meio de API, a solução de pagamentos da Transfeera.

Além de a empresa ter passado de 300 pagamentos feitos no mês para mais de 17 mil, com a ferramenta da Transfeera a Pay4Fun conta com entradas e saídas centralizadas.

Sobre a agilidade, ela é possível porque a solução da Transfeera usa a velocidade do Pix como diferencial. Para entender, assim que um cliente realiza um pagamento via Pix, o marketplace recebe um alerta na API a cada nova quantia recebida e acessa comprovantes de transação em tempo real. Isso possibilita mais transparência e rapidez no envio de mercadorias.

Por isso, se você quer tornar o planejamento logístico no marketplace mais ágil, tenha uma infraestrutura de pagamentos que o ajude a garantir essa agilidade. Quer saber como?

Clique no banner e confira como integrar o seu marketplace a uma solução de pagamentos (e como construir um sistema funcional de pagamentos e recebimento).

Material - infraestrutura de pagamentos

Quer receber esses conteúdos e as novidades em primeira mão diretamente em seu e-mail?

Cadastre-se e receba as atualizações do blog e sobre a Transfeera diretamente em seu e-mail.

Ao informar meus dados, concordo com a política de privacidade

Usamos cookies e tecnologias similares para melhorar a sua experiência, personalizar publicidade e conteúdos de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossos termos legais, confira!