Gestão Financeira
Como calcular juros do boleto bancário?

Como calcular juros do boleto bancário?

O boleto bancário é um método de pagamento popular no Brasil. Por ser uma alternativa que não exige que o comprador tenha conta em banco para ser utilizada, essa ferramenta foi por muitos anos uma solução viável para o brasileiro. No entanto, para que ela seja utilizada, é fundamental que o gestor saiba calcular os juros de boleto.

Em situações em que o cliente atrasa o pagamento, incidir juros na cobrança é um direito legal, considerando as definições estabelecidas pelo Código Tributário Nacional e Código de Defesa do Consumidor.

Logo, vale destacar que a definição das taxas de multa e juros deve ser realizada pelo emitente do boleto. Considerando esse fato, é fundamental que o gestor saiba como calcular esses valores para evitar irregularidades na cobrança.

Nesse artigo, mostramos em passos como fazer o cálculo dos juros do boleto bancário. Siga a leitura!

Qual a diferença entre juros de mora e multa?

Uma dúvida que passa pela cabeça de praticamente todo gestor que trabalha com emissão de boletos é: afinal, qual a diferença entre juros de mora e multa?

Em resumo, ao tempo que os juros são incididos considerando a legislação brasileira, as multas só podem ser cobradas pelas informações que constam no contrato (apesar de que, como já dito, a cobrança não pode ser superior que 2% do valor do boleto, como consta no Código de Defesa do Consumidor) de valor fixo, sem necessidade de correção de juros.

No caso dos juros de mora, eles são proporcionais e cobrados apenas sobre o valor da parcela devida.

Além disso, é importante ressaltar que colocando em termos práticos, multa e juros de mora podem acontecer em conjunto.

Nesse caso, além dos juros de mora, a multa de mora também é cobrada, quando estamos falando de atraso no pagamento do boleto.

Vamos colocar esses números em um exemplo prático? Digamos que uma pessoa deve o valor de R$1000,00 em uma prestação, considerando uma taxa em juros de mora de 1% por mês. Essa conta venceu no dia 10, no entanto, ela foi paga apenas somente no dia 30.

Seguindo as condições mais rígidas de cobrança de multa (2%), qual o valor a ser pago de multa e de mora nessa conta?

  • Multa por atraso: 1000,00 x 2% = R$ 20,00
  • Juros de mora: 1000 x 0,67% = R$ 6,70
  • O valor a pagar com juros e multa, somados, é de 1000 + 20 + 6,70 = R$1026,70.

Um outro exemplo de multa de mora acontece em negociações entre pessoas jurídicas fechadas em um contrato.

Nesse cenário, considerando o atraso, a multa relacionada com a mora pode variar de 10% a 20% sobre o valor definido.

Como calcular juros do boleto

Em primeiro lugar, para que você possa realizar o cálculo de juros do boleto bancário deve-se compreender alguns pontos, como multas por atraso, mora e outros termos práticos.

Abaixo, indicamos diferentes formas de realizar esse cálculo. Confira!

Cálculo de juros de boleto bancário

A definição dos juros de boleto bancário ocorre considerando os dias de atraso, de maneira proporcional.

Digamos, por exemplo, que um boleto de R$500,00 está 10 dias atrasado. Nesse cenário, o cálculo acontece da seguinte maneira:

  • Boleto no valor de R$ 500,00
  • Taxa de juros de 1% ao mês
  • 1% a cada 30 dias: 1÷ 30= 0,033% ao dia
  • 10 dias de atraso X 0,033% = 0,33%
  • 0,33% X R$ 500 = R$ 1,65

Considerando esses números, os juros que o cliente deverá pagar pelos 10 dias de atraso fica no valor de R$1,65.

Cálculo de multa por atraso no boleto bancário

Já no caso de multa por atraso no boleto bancário, deve-se  em mente um ponto: a quantia máxima que pode ser cobrada como multa é de até 2% do valor total do boleto ou parcela atrasada.

Considerando esses fatos, confira esse exemplo (utilizando o mesmo caso dos R$ 500,00 com 10 dias de atraso):

  • Boleto no valor de R$ 500,00
  • Multa por atraso de 2%
  • 2% X R$ 500,00
  • = R$ 10,00
  • Quantidade de dias em atraso: não interfere na multa.

Essa quantia de R$10,00 é adicionada ao valor total do boleto no momento em que ele é pago.

Cálculo do valor total do boleto em atraso

Para chegar na quantia que o cliente deverá pagar pelo atraso do boleto, é necessário somar o valor do boleto + multa por atraso + juros de mora.

Vamos observar como colocar essa conta na prática considerando o nosso exemplo?

  • Valor do boleto (R$500,00) + valor da multa (R$10,00) + valor dos juros em atraso (R$1,65) = R$516,65 é o valor cobrado.

É importante destacar que não é necessário fazer a cobrança de juros de boleto bancário e multa em todas as situações.

Em alguns casos, quando o cliente escolhe gerar o boleto para pagamento de uma mercadoria ou serviço, o pagamento é opção do consumidor.

Quando não cobrar juros e multa de boleto?

Visando fugir da inadimplência, muitas pessoas costumam aplicar multas e juros em cima de seus valores cobrados.

Contudo, um ponto que devemos destacar é que todas as partes envolvidas em um negócio, contam com diversas obrigações no que se refere ao processo de pagamento de boletos.

O papel da instituição nesse contexto é verificar se a cobrança emitida será enviada na casa do cliente ou e-mail com antecedência, o que é primordial para que o mesmo possa ter tempo hábil para se organizar e realizar o pagamento no prazo combinado por contrato.

Caso haja o atraso da emissão do boleto ou ocorra algum problema no processo de entrega, os juros e multas não deverão ser cobrados.

Esse é um direito do consumidor protegido pelo princípio jurídico da boa fé, que define que o cliente deve contatar a empresa em questão para solicitar a emissão de uma segunda via, visando evitar ter seu nome no SPC ou Serasa.

Em caso de juros ou multas cobrados de maneira irregular, o cliente tem a permissão do ressarcimento com o dobro do valor emitido no boleto pela empresa, segundo Artigo 42 do Código de Defesa do Consumidor.

Fuja dos juros do boleto: utilize o Pix!

Como vimos nesse artigo, o boleto bancário, apesar de ser uma alternativa viável para pessoas que não têm contas bancárias, apresenta alguns pontos problemáticos que podem prejudicar a saúde financeira de um negócio.

Os juros e taxas cobrados nos boletos podem ser considerados como parte desse grupo de problemas.

Como forma de fugir dessas taxas, o Pix mostra-se como uma alternativa muito eficiente ao boleto bancário.

Para a emissão de um boleto, geralmente as instituições cobram um valor que varia de R$ 3 e R$ 8. Além disso, processos como cancelamentos, alterações, baixas e conciliação de recebíveis também podem passar por taxações.

No Pix, os valores são consideravelmente menores quando comparados ao boleto (e outros métodos de pagamento, como cartão de crédito e transferências bancárias.

Além desses benefícios citados, o Pix também apresenta outros pontos positivos, como por exemplo:

    • Tempo de compensação menor: enquanto o boleto demora geralmente de 1 a 3 dias úteis para ser compensado, o Pix é um sistema que funciona 24 horas por dia, 7 dias por semana. Sendo assim, o tempo de liquidação é eliminado e o recebedor pode contar com seu dinheiro na conta em poucos segundos;
    • Conciliação das vendas: quando integrado ao processo de checkout de seu e-commerce ou marketplace, por exemplo, o Pix pode trazer inúmeras vantagens para seu negócio, como promover uma gestão de conciliação de vendas mais efetiva;
  • Vantagens de fluxo de caixa: pelo fato do Pix garantir que o dinheiro caia imediatamente na conta do recebedor, o processo de fluxo de caixa torna-se mais otimizado, podendo ocorre a atualização  assim que a transação é concluída. Afinal, não será necessário esperar de 1 até 3 dias úteis para que o pagamento seja compensado, como acontece com os boletos bancários;

Conte com soluções para otimizar seus pagamentos e recebimentos!

Considerando todos esses pontos abordados acima, podemos definir que o Pix ganha do boleto em agilidade, menores tempos de compensação e menos burocracia na realização de pagamentos.

Nesse sentido, contar com soluções de pagamentos e recebimentos de Pix pode ser um diferencial para o setor financeiro de seu negócio.

A Transfeera apresenta soluções desenvolvidas especialmente para dinamizar o setor financeiro de seu negócio: a ContaTransfeera para pagar e a ContaTransfeera para receber. Confira mais detalhes sobre cada uma:

ContaTransfeera para pagar

A Plataforma de Pagamentos tem como principal objetivo dinamizar as rotinas de contas a pagar. Tudo isso para garantir que você e sua equipe possam focar exclusivamente nos negócios. Como resultado, as vantagens da solução são:

  • Todos os pagamentos em um único lugar, não sendo mais necessário manter contas em vários bancos
  • Redução de taxas nas transações;
  • Agilidade nas rotinas de pagamentos;
  • Possibilidade de realizar pagamentos em lote;
  • Produção de relatórios e indicadores sobre as atividades financeiras de seu negócio;
  • Comprovante de pagamentos na palma da mão.

ContaTransfeera para receber

Já a Plataforma de Recebimentos Transfeera tem como foco automatizar as rotinas de recebimentos por Pix, facilitando o seu processo de conciliação bancária e, consequentemente, melhorando o controle do fluxo da empresa.

Dentre as principais vantagens da plataforma de recebimentos, podemos destacar:

  • Pagamentos e recebimentos em um só lugar sem a necessidade de Internet Banking;
  • Operações poderão ser realizadas de forma instantânea 24 horas por dia, 7 dias por semana por Pix, sem necessidade de esperar horas para a confirmação de pagamentos;
  • Mais transparência na relação com seus clientes e parceiros através da automatização da confirmação de recebimento;
  • Possibilidade de emitir QR Codes estáticos ou dinâmicos para fazer cobranças com Pix;
  • Economia de tempo, tanto do seu quanto do cliente.

Quer saber mais detalhes sobre como o Pix pode ser uma ferramenta fundamental para o seu negócio? Acesse nosso material gratuito e saiba mais!

Banner Como funciona cada forma de pagamento

Quer receber esses conteúdos e as novidades em primeira mão diretamente em seu e-mail?

Cadastre-se e receba as atualizações do blog e sobre a Transfeera diretamente em seu e-mail.

Ao informar meus dados, concordo com a política de privacidade

Usamos cookies e tecnologias similares para melhorar a sua experiência, personalizar publicidade e conteúdos de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossos termos legais, confira!